Buscar

Exportação de produtos do agronegócio avança e possibilita crescimento do setor

De janeiro a maio deste ano, o agronegócio foi responsável por 43,1% do total das exportações brasileiras, de acorcdo com a APEX-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) .

Neste período, as vendas para o mercado externo no setor foram 3,8% maior em comparação com os mesmos meses do ano passado. Considerando os últimos 12 meses, o incremento chega a 11,9%.

Com as oscilações na recuperação da economia nacional, produtores de alimentos e indústrias do agronegócio focam na exportação.

O agronegócio brasileiro exportou volume recorde em 2017, com faturamento 12% maior, fechando em US$ 96 bilhões, de acordo com o Cepea (Centro de Estudos e Pesquisas em Economia Avançada) da Escola Luiz de Queiróz (Esalq).

Apesar de iniciar o ano com embarques abaixo dos observados nos primeiros meses de 2016, a partir de março, com a entrada da colheita da supersafra de grãos, as vendas externas ganharam força.

Segundo dados levantados pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), em relação à produção e exportação de alimentos, o Brasil ocupa um lugar de protagonismo internacional, sendo líder mundial na exportação de produtos primários como suco de laranja, açúcar, soja, carne de frango, carne bovina e café.

A FGV Projetos, unidade de assessoria técnica da Fundação Getulio Vargas, é parceira exclusiva da Koelnmesse na organização da ANUFOOD Brazil, Feira Internacional Exclusiva para o Setor de Alimentos e Bebidas, que será realizada de 12 a 14 de março de 2019, no São Paulo Expo.

Para o coordenador do Centro de Agronegócios da FGV (GV Agro), o ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, a capacidade do agronegócio nacional pode fazer com que o Brasil se torne o campeão mundial em segurança alimentar.

"E a ANUFOOD Brazil 2019 é a grande plataforma para alcançarmos essa posição, pois a vinda de uma feira de negócios dessa natureza é de suma importância para mostrarmos ao mundo o que o país é capaz de fazer", ressaltou Rodrigues.

A ANUFOOD Brazil é a versão nacional da Anuga, maior feira de alimentos e bebidas do mundo, que acontece na Alemanha e também é organizada pela Koelnmesse.

O evento apresenta o conceito de setorização que abrange toda a diversidade da indústria alimentícia sul-americana e dá um destaque inédito para o agronegócio. Grandes cooperativas de produtos agrifoods, como a Cooperativa de Produtores Exportadores do Vale do São Francisco (Coopexvale) e Coplana Cooperativa Agroindustrial, e também importantes frigoríficos, como a Marfrig e o Frigorífico Irmãos Gonçalves (Frigon), já confirmaram presença na feira, que servirá tanto como uma plataforma para fazer negócios no mercado nacional, como também como uma plataforma de exportação, uma vez que receberá visitantes de diversos países.

A feira irá abordar, além de inovações em produtos, outros temas e discussões estratégicas para o desenvolvimento da indústria, as tendências de consumo e o futuro da segurança alimentar.

São dez macro segmentos na feira: Agrifoods - Produtos frescos, in natura, matérias-primas: Fine Foods - Azeites, especiarias, massas, molhos, condimentos, temperos e provisões gerais; Meat - Carne bovina, suína, ovina, caprina e embutidos; Chilled & Fresh Foods - Produtos frescos para conveniência e pescados; Dairy - Produtos derivados do leite; Bread & Bakery - Pães e bolos industrializados; Drinks & Hot Beverages - Bebidas em geral; Sweets & Snacks - Chocolate, balas e derivados, confeitaria, biscoitos, salgadinhos, petiscos, sorvetes e lanches; Food Service - Alimentos, bebidas e insumos tecnológicos/maquinários para alimentação fora de casa em todos os seus canais, como restaurantes, lanchonetes, serviços de catering e hotéis; Organics - Produtos orgânicos in natura de origem animal ou vegetal e produtos orgânicos processados.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.