Buscar

IFMS destina R$ 330 mil para iniciação científica

Maior parte do recurso será usado para pagar bolsas a estudantes do ensino médio e superior. Projetos deverão ser desenvolvidos entre agosto de 2018 e julho de 2019

Cb image default

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) publicou nessa quarta-feira, 4, o edital que abre a seleção de projetos de pesquisa e indicação de estudantes bolsistas para o ciclo 2018-2019 da iniciação científica. Foi reservado um montante de R$ 330,2 mil para apoio financeiro aos projetos de pesquisa e pagamento de 104 bolsas a estudantes do ensino médio e superior da instituição.

O edital de abertura do processo seletivo está publicado na Central de Seleção.

É na iniciação científica que o estudante passa a enxergar o mundo com os olhos de um cientista, que desperta para a busca de soluções de problemas comuns a toda a sociedade", afirma Marco Naka, pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação.

O pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do IFMS, Marco Naka, destaca a importância da iniciação científica na formação do estudante.

"O estudante que está na dúvida se a ideia da pesquisa dele dará certo precisa persistir, pois ainda que os resultados não sejam os esperados, o conhecimento adquirido irá ajudá-lo no futuro. Fui bolsista na graduação e muito do que faço hoje é fruto desta experiência", destaca.

Naka vai além. "É na iniciação científica que o estudante passa a enxergar o mundo com os olhos de um cientista, que desperta para a busca de soluções de problemas comuns a toda a sociedade", afirma o pró-reitor.

Projetos - Os projetos de pesquisa devem ter como objetivo a busca por soluções criativas e inovadoras aos problemas da sociedade.

Cada projeto deverá ter um professor coordenador e contemplar, no máximo, três estudantes e respectivos planos de trabalho; pode ainda ter a participação de outros dois pesquisadores (professores orientadores).

Os coordenadores e orientadores devem ser docentes do IFMS e não podem ter pendências com programas geridos pela Propi, bem como outras instâncias do IFMS e/ou do CNPq.

Inscrições - Os projetos de pesquisa deverão ser submetidos entre os dias 9 e 27 de abril, pelo coordenador da proposta, no módulo do Sistema Único de Administração Pública (Suap).

O diretor de Pesquisa do IFMS, Angelo de Lourenço, reforça alguns aspectos que devem ser considerados na submissão da proposta. "É importante que os coordenadores mantenham atualizados o Currículo Lattes, cumpram os prazos do cronograma e também se atentem para a elaboração dos projetos no que se refere à escrita", destacou.

"É importante que os coordenadores mantenham atualizados o Currículo Lattes, cumpram os prazos do cronograma e também se atentem para a elaboração dos projetos no que se refere à escrita", destaca o diretor de Pesquisa, Angelo de Lourenço.

Na submissão, o coordenador também deverá se atentar aos dados do projeto de pesquisa, equipe, planos de trabalho, plano de aplicação, plano de desembolso, além do envio dos documentos previstos no edital.

Os formulários para cadastro e submissão do projeto de pesquisa estão disponibilizados como anexos ao edital, na Central de Seleção.

Avaliação - As propostas serão avaliadas por uma comissão composta por consultores externos ao IFMS.

Além do mérito, serão avaliados o perfil do coordenador e a concessão do apoio financeiro. Os membros da banca também farão a classificação dos projetos de pesquisa.

A previsão é que o resultado preliminar seja divulgado no dia 13 de junho, e o final no dia 22.

Bolsas - Serão concedidas entre agosto de 2018 e julho de 2019. Para os estudantes do ensino médio, as bolsas são de R$ 100,00 mensais. No ensino superior, o valor é de R$ 400,00 por mês.

A previsão é que sejam concedidas até 104 bolsas de iniciação científica, quantidade que poderá ser alterada conforme a disponibilidade orçamentária do IFMS.

O processo seletivo também abre a possibilidade dos projetos de pesquisa serem contemplados com bolsas do CNPq. Segundo a Propi, a expectativa é que sejam concedidas 90 bolsas para ensino médio e 16 para o superior, número que ainda depende de aprovação do CNPq para destinação ao IFMS.

Apoio Financeiro - O coordenador de cada projeto poderá solicitar ainda apoio financeiro para ações direcionadas às práticas de desenvolvimento científico e tecnológico. Para essa finalidade, o IFMS destinou R$ 11 mil.

Projetos da modalidade ensino médio poderão receber apoio de R$ 200,00, e os do ensino superior R$ 400,00.

Iniciação Científica - O fomento à iniciação científica no IFMS é regido pelo Programa Institucional de Iniciação Científica e Tecnológica do IFMS (Pitec).

Por meio deste edital, serão concedidas bolsas via CNPq, IFMS e Apoio e Incentivo à Pesquisa e Inovação, conforme o tipo de programa indicado para o plano de trabalho no ato de submissão.

Os estudantes selecionados poderão participar, como bolsistas ou voluntários, dos seguintes programas:

- Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica para o Ensino Médio (Pibic-EM);

- Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic);

- Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas (Pibic-AF);

- Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.