Buscar

IFMS promove evento sobre ensino de Matemática em Nova Andradina

Simpósio se destina aos professores do município

Imagem: Reprodução

Cb image default

O Campus Nova Andradina do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) realiza nesta quinta-feira, 28, o Simpósio de Educação Matemática nos Anos Iniciais do Município de Nova Andradina (Semai). O evento tem início às 19 horas no auditório da Prefeitura Municipal.

O Simpósio se destina aos professores do município e terá como tema “Reflexões sobre o acesso ao saber matemático”. A palestrante será a docente da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Eliane Maria Ortega.

O evento surgiu com a proposta de aprofundar as ideias trabalhadas no curso de extensão “Matemática nos anos iniciais: uma exploração conjunta”, voltado a professores do 1º ao 5º ano da rede municipal de Nova Andradina. Aberto no mês de abril, ele reúne 65 docentes do município.

"Por meio do Simpósio, nos voltamos a um olhar holístico acerca das metodologias de educação matemática, muitas vezes não debatidas nos cursos de pedagogia”, explicou o coordenador do evento e docente de Matemática do Campus Nova Andradina, Matheus Vanzela.

Segundo o professor, a atividade visa propor um diálogo entre pedagogos e educadores matemáticos, cada qual com suas demandas e percepções para o ensino da disciplina nos anos iniciais. “Tal diálogo sugere reflexões necessárias e pouco discutidas na formação de pedagogos e no cotidiano escolar”.

Palestra – A ministrante da atividade, Eliane Ortega, é docente e pesquisadora. Ela explica que abordará na palestra principalmente temas como ensino de Matemática, metodologias de ensino e formação de professores dos anos iniciais do ensino fundamental.

“O objetivo é provocar um processo de reflexão sobre o acesso ao saber matemático. Vamos discutir os problemas com relação à aprendizagem, e algumas sugestões para minimizá-los. Também trataremos dos conteúdos a serem trabalhados, utilizando exemplos dos campos de conceitos dentro da própria Matemática e a importância disso para os professores”, apontou.

O evento é aberto a todos os interessados, respeitando a capacidade do local onde será realizado. A atividade prevê a emissão de certificado aos participantes.

“A aproximação da universidade, Instituto e docentes é salutar para que haja, continuamente, formação, renovação das fontes de estudo e consequentemente melhoria das práticas adotadas em sala de aula, necessidade justificada e sugerida pelos pesquisadores dos grupos colaborativos na educação”, finalizou Vanzela.

O Simpósio é realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e com a Unesp de Presidente Prudente.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.