Buscar

Indígenas e quilombolas terão Bolsa Permanência

O Ministério da Educação (MEC) vai abrir 2,5 mil novas vagas do Programa Bolsa Permanência (PBP) para indígenas e quilombolas, conforme portaria publicada na sexta-feira (15) no Diário Oficial da União.

As inscrições têm início na segunda-feira (18) e seguem até 31 de agosto. Elas devem ser feitas pelo site do Sistema de Gestão do programa.

A análise dos documentos e aprovação dos cadastros têm início junto às inscrições e vão até 28 de setembro.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, destacou que a medida é um passo importante do Ministério da Educação e do governo federal: "Conseguimos resolver mais uma situação significativa para esta população que tanto precisa continuar estudando e vamos continuar trazendo oportunidades a ela".

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.