Buscar

Juiz disse ter sido ameaçado pelo PCC quando atuava em Nova Andradina

José Henrique Kaster Franco atualmente exerce a magistratura em Campo Grande

Cb image default
Juiz revelou que teve uma arma de fogo subtraída de sua casa em Nova Andradina - Imagem: Kisie Ainoã

O juiz de Direito, José Henrique Kaster Franco, de 44 anos, que atualmente atua na Capital do Estado, disse, em entrevista ao site Campo Grande News que, quando trabalhava na Comarca de Nova Andradina, entre os anos de 2008 e 2018, foi ameaçado por membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Na reportagem, onde o magistrado se diz contra a liberação do porte de arma de fogo, ele revela que, quando atuou em Nova Andradina, trabalhou em casos envolvendo o PCC, sendo ameaçado por integrantes do grupo criminoso que age dentro e fora dos presídios brasileiros.

“Tinha duas armas e me roubaram uma de dentro de casa. Eu era juiz da cidade, todo mundo me conhecia e mesmo assim levaram... Até que eu julguei um conjunto de processos que envolvia membros do PCC. Alguém ligou na promotoria e disse assim: nós vamos entrar na casa do juiz...”, afirmou Kaster Franco.

A entrevista com o magistrado foi publicada nesta quinta-feira (14) na editoria “Lado B”, do Campo Grande News. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.