Buscar

Lucro das estatais sobe 44,8% ao atingir R$ 15,1 bilhões no primeiro trimestre

Com gestão mais eficiente e diante da melhora na economia, os conglomerados de estatais brasileiras – Petrobras, Eletrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco do Brasil e Caixa – registraram um lucro de R$ 15,1 bilhões no primeiro trimestre de 2018, uma alta de 44,8% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Os dados constam do Boletim das Estatais Federais, divulgado na quinta-feira (21) pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

"Os números demonstram que os resultados das empresas estatais federais continuam evoluindo positivamente, tendo em vista os esforços para a melhoria da governança e reestruturação das empresas", diz o documento.

Lucro maior

Entre os principais destaques está o faturamento registrado pelo grupo Petrobras, assim como sua valorização.

A estatal registrou um aumento de 48% no lucro, que passou de R$ 4,8 bilhões para R$ 7,1 bilhões entre o primeiro trimestre do ano passado e o primeiro trimestre de 2018.

No mesmo período, a Petrobras também aumentou seu valor de mercado em 40,8%. Já a Eletrobras registrou uma valorização expressiva na Bolsa de Valores, com um aumento de 20,6% em seu valor de mercado.

Menos dívidas

Por meio de uma gestão mais eficiente e com redução de gastos, as estatais federais também conseguiram reduzir suas dívidas.

No primeiro trimestre, o nível de endividamento das empresas ficou abaixo dos R$ 400 bilhões pela primeira vez em quatro anos, diante de uma redução de 28,3% no endividamento entre dezembro de 2015 e março de 2018.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.