Buscar

Médico que possuía vínculo irregular no serviço público é demitido

A Fundação de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul (FUNSAU) publicou nesta sexta-feira (7) a conclusão do processo de sindicância instaurado para investigar denúncias sobre irregularidades administrativas e, como resultado, demitiu o médico Ronaldo Souza Costa do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

Com base no relatório da sindicância, instaurada em junho de 2013, ficou constatado que o médico possuía mais de um vínculo empregatício no serviço público, sendo duas aposentadorias parciais na prefeitura de Campo Grande e mais uma aposentadoria por invalidez no Hospital Universitário de Mato Grosso do Sul, além de um vínculo com os Correios e outro com o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

Como penalidade, foi aplicada a demissão do servidor por infração ao disposto no Artigo 37, XVI, “c” e §10 da Constituição Federal de 1988 c/c com o Artigo 219, inciso XVII e conforme prevê o Artigo 235, inciso XI, todos da Lei nº 1.102/90 - Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo, das Autarquias e das Fundações Públicas do Estado de Mato Grosso do Sul.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.