Buscar

MS receberá mais de 720 mil doses de vacinas para Campanha de Imunização contra a Influenza

Mais de 720 mil doses de vacinas serão encaminhadas para Mato Grosso do Sul para atender o cronograma da Campanha de Vacinação contra a Influenza em 2016. A Campanha terá inicio no dia 30 de abril com mobilização nacional e segue até o dia 20 de maio.

Para a Campanha, além de indivíduos com 60 anos ou mais de idade, serão vacinadas as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores de saúde, os povos indígenas, os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Imagem: Reprodução/Facebook

Em Mato Grosso do Sul o público-alvo corresponde a uma população de 667.922 pessoas, sendo a meta de imunização 80% deste publico, de acordo com o Ministério da Saúde. A estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e mortes na população alvo para a vacinação no Brasil.

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES/MS) reforça que, além da vacinação, a população deve adotar medidas de prevenção para evitar a infecção por gripe. Medidas de higiene, como lavar sempre as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas que facilitam a transmissão de doenças respiratórias, cobrir a boca com o braço ao tossir ou espirrar, utilizar álcool gel nas mãos e, caso julgue necessário, utilizar máscara de proteção.

A Influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, que pode levar ao agravamento e ao óbito, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco para as complicações da infecção (crianças menores de 5 anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.