Buscar

Mulher bate no filho para corrigi-lo e caso para na delegacia em Campo Grande

(Foto: Luiz Alberto)

Uma mulher de 37 anos, bateu no filho de 10 anos e o caso foi parar na delegacia, no início da noite desta segunda-feira (28), no Jardim Canguru em Campo Grande. O boletim de ocorrência foi registrado como maus-tratos na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), Piratininga. A mãe disse à polícia que tinha o intuito de corrigir a criança.

A mãe contou que o deixou na casa de parentes e, quando foi buscá-lo, o encontrou na rua com amigos. A mulher então o levou para casa, onde bateu nele com chinelo.

O garoto ficou com marcas nas pernas, braços, costas e barriga, inclusive ele também teria apanhado na cabeça. Um morador da região enviou fotos da criança com vermelhidão no corpo. Ele saiu correndo de casa para pedir ajuda para vizinhos.

De acordo com o delegado Gustavo Bueno, plantonista da Depac Piratininga, por não ter histórico de agressões contra o filho, fato confirmado pelo menino, tudo leva a crer que a mãe realmente tinha o intuito de corrigi-lo.

Ela responderá em liberdade por maus-tratos qualificado (pelo fato de o garoto ter menos de 14 anos), a um inquérito da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

O garoto será levado para fazer exames de corpo de delito no Imol (Instituto Médico Odontológico Legal), de Campo Grande e depois à casa da avó e do pai, que não convive mais com a mulher.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.