Buscar

Produção no pré-sal supera a do pós-sal pela primeira vez

Pela primeira vez na história, a produção de óleo e gás no pré-sal brasileiro superou em mais da metade a exploração realizada no pós-sal. Em dezembro, a produção de petróleo e gás natural em águas profundas atingiu 1,685 milhão em barris de óleo equivalente, o que corresponde a 50,7% da produção total do Brasil. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e foram divulgados nesta quarta-feira (31).

Esse resultado ocorre em um momento no qual o País começa a retomar a perfuração de novos poços no pré-sal diante da realização de novos leilões na área. Em outubro do ano passado, o Brasil licitou oito blocos em águas profundas, atraindo interesse de gigantes do setor e resultando em uma arrecadação de R$ 6,15 bilhões aos cofres públicos.

No resultado consolidado do ano passado, a ANP informou que a produção de petróleo, tanto no pós-sal quanto no pré-sal, somou 967 milhões de barris, o que significa que houve um aumento de 4% na comparação com 2016. No caso do gás natural, esse aumento foi de 6%, com uma produção de 40 bilhões de metros cúbicos da matéria-prima.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.