Buscar

Projeto para qualificar pessoas com deficiência é realizado em MS

A Rede Brasileira de Cooperação ao Desenvolvimento - Unepe, criada em meados da década de 80 é uma organização humanitária. Atualmente a Entidade exerce o controle social e participa ativamente das Políticas Públicas por meio dos conselhos municipais e estaduais da pessoa com deficiência e da assistência social.

Com o patrocínio da Petrobrás, a Unepe realizará o Projeto qualificação profissional das pessoas com deficiência que terá abrangência nos municípios de Campo Grande, Corumbá, Sidrolândia e Três lagoas no Estado do Mato Grosso do Sul, e capacitará 300 pessoas com deficiência.

A Unepe presta serviços de assessoramento a diversas Entidades e prefeituras no MS, além do atendimento socioassistencial a pessoas com deficiência, pessoas com doenças raras e seus familiares, idosos e seus cuidadores. No ano de 2013 a Unepe atendeu 2.994 pessoas.

O objetivo geral do Projeto é promover a integração e a inclusão social das pessoas com deficiência, capacitando-as para o pleno exercício da cidadania, por meio da qualificação profissional e incentivar a inserção das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

O perfil dos participantes é a pessoa com deficiência (intelectual, física, visual, auditiva e/ou múltipla), preferencialmente vivendo em situação de desemprego e ou vulnerabilidade social, na faixa etária entre 19 e 29 anos de idade, que esteja cursando no mínimo o Ensino Fundamental e/ou Educação de Jovens e Adultos – EJA ou outra modalidade (Educação Especial) e que esteja interessada em ingressar no mercado de trabalho. Porém se a pessoa não for alfabetizada, poderá ser inscrita, desde que comprove matrícula.

O lançamento do projeto contará com palestrante a ser encaminhado pelo Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência e/ou pela Presidência da República, além da presença de integrante da direção da Petrobrás vindo do Rio de Janeiro, de representantes das entidades parceiras, das prefeituras onde o projeto será realizado (Campo Grande, Três Lagoas, Corumbá e Sidrolândia), de diretores de empresas, universidades e representantes de entidades especializadas nos atendimentos de pessoas com deficiência. (Com informações da assessoria).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.