Buscar

Redes sociais impulsionam busca por harmonização facial para rosto perfeito

Brasil ocupa 2º lugar no ranking mundial de procedimentos estéticos, uma indústria que não para de crescer e fatura bilhões de dólares

A popularização de selfies e stories nas redes sociais – mesmo com uma infinidade de filtros para melhorar a imagem – tem feito muita gente recorrer a tratamentos faciais para conseguir um visual perfeito e mais harmônico.

Em busca de uma aparência atraente, homens e mulheres gastam milhares de reais em procedimentos estéticos minimamente invasivos (não cirúrgicos), como os de harmonização ou remodelamento facial.

Este fenômeno é explicado pelo último relatório publicado pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, segundo o qual o Brasil está em 2º lugar no ranking de procedimentos estéticos no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos.

A harmonização facial constitui-se de um conjunto de procedimentos estéticos combinados para melhorar a harmonia do rosto, transformando os traços e tratando o envelhecimento facial, caracterizado pela perda de colágeno e ácido hialurônico – elementos naturais do corpo humano que contribuem para a firmeza da pele –, queda dos tecidos, flacidez dos músculos e retenção de gordura.

As aplicações adicionam volume ao maxilar, corrigem imperfeições dentárias, suavizam linhas de expressão e flacidez em regiões como bochechas e contorno dos olhos.

Os procedimentos mais utilizados são a aplicação de toxina botulínica (botox), para diminuir rugas e sinais; o preenchimento facial, através da aplicação do ácido hialurônico; ritidoplastia(lifting facial) e microagulhamento, procedimento que utiliza agulhas bem pequenas para eliminar células mortas da pele e estimular a circulação da região tratada.

Evidente que cada rosto deve passar por um minucioso estudo para que se conheça suas características. Traços mais acentuados como um maxilar volumoso, ou linhas delicadas no contorno da face, não combinam com o formato e particularidades de todos os rostos.

Mas é preciso ter cuidado, pois nem todos os resultados saem como o cliente deseja. Aparência artificial e até mesmo desproporcional do rosto é consequência de um procedimento realizado sem levar em conta as linhas naturais e dimensões da face.

Muitas pessoas que passaram por procedimentos ficaram satisfeitas com o resultado da harmonização facial, entretanto, é importante sempre buscar por profissionais qualificados. Mesmo assim, o procedimento pode oferecer alguns riscos.

A aplicação em excesso, ou em local errado, do ácido hialurônico pode causar um efeito inesperado e artificial na aparência do cliente. Além disso, existe o risco da aplicação nos vasos sanguíneos podendo causar diversas complicações, entre elas um AVC. O ideal é buscar por bons cirurgiões plásticos e dermatologistas. Em alguns casos, onde o foco é a região maxilar e os dentes, o procedimento pode ser realizado por dentistas.

Dependendo da substância utilizada ou predisposições de cada pessoa, o profissional pode indicar alguns cuidados específicos:

Evitar esforço físico nas horas seguintes.

Não se expor ao sol e a temperaturas extremas.

Não realizar massagens faciais ou qualquer tipo de pressão na face.

Apenas utilizar cremes e loções faciais autorizadas pelo profissional que realizou a harmonização.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.