Buscar

Registro de exportações de carne deverá ser feito em nova plataforma

As exportações de produtos e subprodutos de origem animal submetidas ao Serviço de Inspeção Federal (SIF) devem ser registradas por meio do Novo Processo de Exportações no Portal Único de Comércio Exterior. A medida começou a valer desde quinta-feira (12) para tudo o que for embarcado em quaisquer terminais do País.

São atingidos pela decisão os embarques de carnes de ave, bovina e suína de 410 empresas, que em 2017 exportaram US$ 14,9 bilhões. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) já aderiu ao portal, por meio do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro).

A troca de informações sobre os produtos a serem embarcados passa a ser feita eletronicamente, sem a necessidade de emissão e conferência de papel. Até 2 de julho, os exportadores deverão migrar completamente suas operações para a nova ferramenta.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.