Buscar

Reinaldo Azambuja sanciona prorrogação do abono até 31 de maio de 2020

Medida foi a forma encontrada pelo Governo para reduzir a desigualdade salarial dentro do serviço público

Imagem: Edemir Rodrigues

Cb image default

O governador Reinaldo Azambuja sancionou e publicou no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (03) a prorrogação do abono, de R$ 200 em média, por 12 meses. O benefício varia de R$ 100 a R$ 250 e é pago para quase 40 mil servidores.

A lei que prorroga o abono foi enviada pelo Governo do Estado e aprovada pela Assembleia Legislativa. Conforme o texto, o prazo foi estendido até 31 de maio de 2020.

De acordo com o secretário de Estado de Administração e Desburocratização (SAD), Roberto Hashioka, o abono foi uma forma encontrada pelo Governo de Mato Grosso do Sul de beneficiar quem ganhar menos e reduzir a desigualdade salarial dentro do serviço público.

“O abono é muito importante para as categorias que estão nas menores faixas salariais. Representa, por exemplo, 13,3% para um servidor que ganhar R$ 1.500. Temos que se preocupar com quem ganha menos e diminuir a distância entre a base e a pirâmide”, explicou o secretário.

Mesmo com a publicação e com o momento de dificuldade financeira em todo o país, o Governo de Mato Grosso do Sul mantém diálogo com todas as categorias de servidores.

A Lei nº 5.350 pode ser conferida na página 03 do Diário Oficial do Estado.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.