Buscar

Renato Câmara comemora reajuste no salário dos agentes de saúde

Projeto foi aprovado na Assembleia Legislativa

Imagem: Divulgação/Assessoria 

Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei que prevê adicional ao piso salarial dos agentes de saúde de Mato Grosso do Sul. O reajuste será calculado sobre o atual valor do adicional pago à categoria, 180 reais. O acréscimo sobre esse valor vai chegar a 50%, em três anos. O projeto foi de iniciativa do governo do estado e tramitou em caráter de urgência na Casa de Leis.

Como parlamentar, Renato Câmara manifestou total apoio ao projeto, “parabenizo o governador pela sensibilidade de valorizar esses profissionais principalmente em um momento tão delicado para nossa sociedade que é a epidemia do vírus zika. Os agentes são essenciais no processo de combate à doença e a remuneração adequada é necessária para execução de um bom trabalho. O governador tem todo meu apoio na votação desse projeto na Assembleia Legislativa, sou parceiro dessa categoria há muito tempo, não tenho como deixar de comemorar essa iniciativa”, comenta Câmara. 

Com a aprovação do projeto, em 2016 o valor atual será corrigido para 34,09% do salário mínimo (R$307,12), passando para 40% em janeiro de 2017 e chegando a 50% em 2018. Cerca de 12 mil profissionais serão beneficiados com o reajuste salarial entre agentes comunitários de saúde indígena, agentes de saúde pública, agentes de vigilância epidemiológica e de combate às endemias.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.