Buscar

Ser mãe é ter amor incondicional e se doar ao extremo pelos filhos 

Sandra Campos, residente em Nova Andradina, cuida do filho com distrofia muscular, é dona de casa, trabalha como manicure e cursa Direito 

Sandra Campos afirma que se sente privilegiada em ser mãe de Luiz Cláudio - Ele é meu presente de Deus - (Imagem: Arquivo Pessoal)

Ser mãe, apesar de ser um dom de Deus e uma bênção para qualquer mulher, nem sempre é uma tarefa fácil, pois gerar uma nova vida e cuidar desse novo ser que veio ao mundo, não é como brincar de boneca, mas é uma missão que não pode ser interrompida. Faça frio ou calor, sol ou chuva, a mãe é um ser que se preocupa em atender todas as necessidades do filho 24 horas por dia.

Renunciar às suas próprias vontades e abrir mão de fazer o que gosta são apenas algumas das cruzes carregadas pelas mães, porém, algumas mulheres, mães de filhos especiais, precisam se desdobrar ainda mais para que seus filhos possam crescer e se desenvolver com dignidade. Este é o caso de Sandra Campos, de 33 anos, moradora da cidade de Nova Andradina.

Sandra diz que a filha Tainara é seu braço direito para cuidar de Luiz Cláudio (Imagem: Arquivo Pessoal)

Ela é mãe de Luiz Claudio, um garotinho de quatro anos e seis meses, que nasceu com uma doença denominada distrofia muscular, uma enfermidade genética, degenerativa, progressiva e considerada incurável, que provoca a perda da força muscular.

 

Devido ao seu quadro clínico, Luiz Claudio necessita de cuidados especiais, como fisioterapia e fonoaudiologia todos os dias, além de frequentar a Escola de Educação Especial Raio de Sol, mantida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). 

 

Sandra conta que o filho possui a saúde muito delicada, especialmente com relação aos pulmões, que são frágeis, fazendo com que, até mesmo pequenas alterações climáticas o deixem debilitado. 

  

Em situações como estas, o garoto precisa ser hospitalizado imediatamente para evitar maiores complicações. “Cada dia é uma missão imprevisível, pois manter meu filho vivo é um desafio que começa a cada amanhecer”, afirma Sandra. Um dos dramas enfrentados pela mãe de Luiz Cláudio é o que ela qualifica como a falta de estrutura da saúde pública na região. 

 

Segundo Sandra, frequentemente ela precisa se deslocar com o filho para outros centros como Campo Grande ou Presidente Prudente (SP) uma vez que, em suas palavras, na cidade, não há tratamento adequado para pacientes com distrofia muscular.

Sandra defende que, por exemplo, Luiz Cláudio necessita de hidroterapia, motivo pela qual ela chegou a acionar a Justiça para conseguir o tratamento, porém, até agora não houve sucesso. “Eles falam que hidroterapia não é tratamento, mas para quem tem distrofia muscular, é algo vital, pois cada músculo que se perde não se recupera nunca mais, apenas com os exercícios na água é possível trabalhar os grupos musculares reduzindo as dores e o desconforto”, afirma a mãe, ao dizer que vai lutar pelo bem estar do filho, custe o que custar.

Esposo Claudio Aniceto, de 46 anos, considera Sandra Campos como uma mulher guerreira, um exemplo de mãe (Imagem: Arquivo Pessoal)

Apesar de todas as lutas e dificuldades, ela diz que se considera muito especial por ter recebido de Deus a missão de dar à luz e cuidar de Luiz Cláudio. Ao lado da filha Tainara Campos, de 13 anos, e do esposo Claudio Aniceto, de 46 anos, ela é considerada pela família como uma guerreira por cuidar dos filhos, do marido e da casa, mas Sandra vai além, ela também trabalha como manicure e ainda cursa Direito, inclusive sua formatura ocorre em 2017.

Na opinião de Sandra, ser mãe é amar e se doar pelos filhos, sejam eles saudáveis ou não. “Os filhos são presentes de Deus. São vidas que Deus confia em nossas mãos e que precisam ser cuidadas com amor e com carinho, mesmo que isso custe a nossa própria vida”, afirma ela, ao gradecer o apoio do esposo, da filha, e dos profissionais que atendem Luiz Cláudio todos os dias.

Os filhos são presentes de Deus. São vidas que Deus confia em nossas mãos e que precisam ser cuidadas com amor e com carinho, mesmo que isso custe a nossa própria vida, diz Sandra (Imagem: Arquivo Pessoal)

Segundo Sandra, o texto abaixo representa muito bem o amor pelo seu filho. É um apanhado de palavras que Sandra encontrou para  expressar o sentimento de amor, gratidão e doação para com seu filho. 

Diamante Valioso

Se você foi presenteado com um filho com essa patologia Distrofia Muscular Congênita - Merosina Negativa, nunca ache que estará sozinho, nunca compare seu filho com o da vizinha, pois o seu é raro e especial em todos os sentidos. Dele você vai ter carinho, companhia, mesmo que tenha que acordar bem cedinho para ir naquela consulta ou fazer os exames que são tão importantes para a saúde dele, não se assuste pois ele vai te ajudar a enfrentar tudo isso, muitos anjos estarão com vocês e nada de mal vai acontecer. Vai ser difícil receber o seu diagnóstico, pois todo o sonho dos pais é que seu filho cresça, ande, corra, ganhe a primeira bicicleta, que você corra na praia com ele. Bom ele fará tudo isso se você permitir, mas será do jeito dele. Então aceite seu filho do jeitinho que ele é. As cobranças vão ser muitas. Vão perguntar: por que ele nasceu “assim” ? Porque ele é molinho? Vão te dar muitas receitas para que seu filho seja como outras crianças“ normais". Isso te deixaria frustada e infeliz. Nas festas infantis vai ter que ir nos brinquedos com ele, e ver as outras crianças cansadas de tanto correr. Mas enfrente pois seu filho precisa participar de todos os eventos que forem importante, eu sei que se dependesse de você mamãe, gostaria de ficar em casa, mas o mundo está ai para encarar de frente sua dor, conversa com Deus e com quem for mais próximo de você. Mas não deixe de apresentar seu filho ao mundo, esse mundo com tantos preconceitos, vaidade e orgulho precisa de algo que ensine o ser humano a agradecer o que tem. O que seria deste mundo se não existisse os seres especiais, com certeza seria mais triste. Não existiria o dia do voluntariado, as pessoas não iam dar valor as suas pernas, braços, olhos, pulmões e etc... Ainda bem que existe essas pessoas para que possa servir de exemplo e fazer o ser humano a pensar um pouco na vida e nas suas atitudes, realmente as pessoas especiais são mesmo especiais. Com certeza ela sempre terá um sorriso para te dar. E você tem algo para oferece-la? Mãe, não pense que sua vida parou porque você terá que se dedicar totalmente ao seu filho , se você não tiver ninguém para te ajudar não se desespere, pois um "diamante valioso" não é qualquer um que pode possuir, muitos vão poder olhar, conhecer, mas só você vai poder ver seu brilho. Ter um filho especial é entrar num mundo desconhecido pelos outros e por você, com obstáculos mas com certeza depois que conhecer esse mundo tão diferente, você nunca mais vai querer sair, pois seu filho faz parte dele e você tem que estar sempre ao seu lado, ele precisa de você e tenha certeza que essa é a melhor companhia. Fiquem com Deus.

Para Sandra, comemorar o dia das mães ao lado do filho Luiz Claudio, é motivo de muita alegria e satistação (Imagem: Arquivo pessoal)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.