Publicado em 08/04/2016 às 14:20, Atualizado em 26/04/2017 às 16:04

Simpol-MS convoca policiais civis do Estado para assembleia neste sábado (09) 

No dia 11 de abril o Governo Estadual receberá os sindicatos e os servidores por meio do Fórum Dialoga

Acácio Gomes, Redação Nova News
Categoria rejeita a proposta do Governo que consiste em um abono de R$ 200,00 (Foto: Simpol-MS)

Esta semana, a diretoria do Sindicato dos Policiais Civil de Mato Grosso do Sul (Sinpol-MS) reuniu-se com os dirigentes regionais de base e com a comissão de prerrogativas das carreiras da Polícia Civil para avaliar a paralisação de 12 horas do dia 01º de abril e deliberar novas ações.

Para o grupo, a mobilização foi positiva, pois teve a adesão de 100% do efetivo em todas as cidades do Estado. “Mostramos nossa força e união ao Governo Estadual e mostramos também que estamos prontos para o embate”, declarou o presidente do sindicado, Giancarlo Miranda.

No dia 01 de abril, a Polícia Civil de todo o Estado de Mato Grosso do Sul realizou uma paralisação a favor da valorização do salário dos investigadores e escrivães. O ato teve início às 08h e seguiu até às 20h. Naquela ocasião, o Nova News entrou em contato com policiais civis que atuam na região de Nova Andradina. De acordo com eles, há 1 ano e meio não se tem reajuste no salário dos investigadores e escrivães.

O Sinpol-MS faz parte da coordenação do Fórum dos Servidores Públicos Estaduais com o objetivo de unir forças para lutar por direitos que tem em comum com outras categorias. “A revisão geral anual é um desses direitos. O Governo tem a obrigação de reajustar o salário de todo o funcionalismo estadual com, no mínimo, a inflação do período. Abono não é salário”, declarou.

Ele ainda ressalta que é importante a participação dos policiais civis na Assembleia Unificada, para rejeitar a proposta do Governo do abono de R$ 200,00 para todos os servidores estaduais e pedir uma nova proposta. No dia 11 de abril o Governo Estadual receberá os sindicatos e os servidores por meio do Fórum Dialoga.

Leia também
  • Durante 12h, policiais civis e  escrivães farão paralisação por reajuste salarial

“Após essa reunião do dia 11 de abril, o Sinpol-MS fará assembleias regionalizadas para apresentar o panorama e traçar novas ações. Portanto, nesse momento, é importante manter o foco e a união de todos os policiais civis, pois o sindicato está trabalhando 24 horas por dia, lutando pelos interesses da categoria e não vamos medir esforços e nem suor para conseguirmos a valorização de nossos companheiros”, declarou.

Durante o encontro foram debatidas e deliberadas as seguintes ações: Convocação da categoria para participar da Assembleia Geral Unificada dos servidores estaduais, que será realizada neste sábado (09), às 08h30, na sede da ACP em Campo Grande; realização de Assembleias regionalizadas para novas deliberações após o dia 11 de abril e realização de Assembleia Geral Permanente em Campo Grande no dia 16 de abril às 10h na sede do Sinpol-MS. (Com informações do Simpol-MS).