Buscar

TJMS diz que não proibiu “rolezinho”, mas apenas impede o vandalismo

O TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) afirmou que não proibiu o “rolezinho” marcado para amanhã, no Shopping Campo Grande, e que as decisões judiciais são apenas para impedir vandalismo no local.

Via assessoria de imprensa, o Tribunal afirmou que a liminar concedida pelo juiz José Rubens Senefonte, da 4ª Vara Cível, proíbe atos de vandalismo e que prejudiquem o funcionamento do shopping, mas que o movimento pode ocorrer normalmente.

A liminar, porém, prevê um reforço da Polícia Militar no empreendimento amanhã, às 16h20, horário marcado para o “rolezinho”. A multa para atos de vandalismo é de R$ 1 mil. Outros pedidos judiciais, realizados pela BR Malls, administradora do shopping, determinaram também a retirada do site do movimento do facebook, onde era promovido.

Outra decisão, do juiz em substituição da Vara da Infância, Juventude e do Idoso, Roberto Ferreira Filho, negou pedido de liminar para vetar o ingresso de crianças e adolescentes no Shopping Campo Grande no dia do evento.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.