Buscar

Trabalhadores dos Correios devem manter 70% das atividades

Decisão foi anunciada após audiência de conciliação no TST

Imagem: Arquivo / Nova News

Cb image default

A greve dos trabalhadores dos Correios, que teve início na quarta-feira (11) poderá ser suspensa ou reduzida nos próximos dias. A informação foi divulgada após a realização de uma audiência de conciliação no Tribunal Superior do Trabalho (TST) que ocorreu nesta quinta-feira (12).

O ministro Mauricio Godinho Delgado, do TST, acatou de forma parcial pedido de liminar da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) e determinou que, no mínimo, 70% dos empregados trabalhem. Ele propôs ainda que sejam mantidas as cláusulas relativas ao acordo anterior e também ao plano de saúde até o dia do julgamento.

A ECT aceitou a proposta, mas ela precisa ser aprovada pelos trabalhadores em assembleias que deverão ser convocadas até a próxima terça-feira (17), data-limite para que o movimento grevista seja suspenso. Já no dia 02 de outubro deve ocorrer o julgamento do dissídio coletivo da categoria.

O movimento grevista ganhou força em Mato Grosso do Sul. Segundo a presidente do sindicato da categoria no Estado, Elaine Regina Oliveira, a adesão aumentou no estado. Segundo ela, no primeiro dia, o movimento teve adesão de 26 cidades e, sendo que, no segundo dia, o número foi ampliado para 34 municípios.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.