Buscar

Vacinação não alcança meta e prazo para a imunização é prorrogado até o dia 30

Até quinta-feira (22), apenas 128.554 pessoas foram até as unidades de saúde receber a imunização contra gripe, o que representa pouco menos de 70% do público-alvo. Por não atingir a meta do Ministério de Saúde, em imunizar pelo menos 80% das 184 mil pessoas do grupo prioritário em Campo Grande, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) está prorrogando mais uma vez a campanha de vacinação contra a gripe, até a próxima sexta-feira (30). Iniciada em 22 de abril, a campanha pretende imunizar pelo menos 147 mil pessoas.

A vacina está disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) das 7h às 11h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. O público alvo da campanha são crianças entre seis meses e cinco anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais.

A gerente Técnica do Serviço de Imunização da Sesau, Cássia Tiemi Kanoaka, alerta sobre a urgência da imunização do grupo prioritário. “É importante lembrar que a vacina só irá fazer efeito 15 dias após a aplicação e a intenção é que a pessoa já esteja imune ao vírus com a chegada do inverno”, conta. Cássia lembra ainda que a imunização só é contra-indicada para pessoas que tiveram reações alérgicas em doses anteriores ou que tenham alergia a ovos de galinha e seus derivados. 

As pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, devem apresentar prescrição médica quando forem se vacinar. Quem já é cadastrado em programas de controle das doenças crônicas do SUS deve se dirigir aos postos em que estão cadastrados para receberem a vacina.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.