Buscar

Crimes levam polícia de Bangladesh a prender 3.150 pessoas

A polícia de Bangladesh, na Ásia, prendeu 3.150 pessoas nas últimas 24 horas, após uma onda de crimes violentos no país. Desde fevereiro, vários não muçulmanos - incluindo cristãos, hindus, escritores e ativistas liberais - foram assassinados. O crime mais recente foi ontem (10), quando um padre hindu quase foi decapitado.

Segundo o canal Sky, a operação nacional contra a onda de crimes foi iniciada após o primeiro-ministro Sheikh Hasina prometer capturar cada um dos assassinos.

O canal informou, ainda, que a maioria dos detidos era composta de criminosos comuns. Estima-se que, entre os mais de três mil presos, apenas 65 sejam integrantes de grupos militantes, que assumem a autoria dos ataques.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.