Publicado em 02/03/2016 às 09:57, Atualizado em 26/04/2017 às 15:39

Acusado de tráfico é preso e tia acusa policiais de corrupção em Bataguassu

Mulher foi detida por praticar calúnia majorada contra funcionário público e só ganhou a liberdade após pagamento de fiança

Germino Roz, Redação Nova News

Imagens: Divulgação/SIG

Na tarde desta segunda-feira (29), por volta das 16h, a Seção de Investigações Gerais (SIG), da cidade de Bataguassu, prendeu um jovem de 22 anos identificado como Matheus da Silva Germano, acusado de tráfico de drogas. A tia de Matheus, Suzana Aparecida da Silva, 33 anos, também foi presa sob acusação de calúnia majorada.

Os agentes da SIG cumpriam um mandado de busca e apreensão em uma residência que fica localizada na Rua Sidrolândia. O pedido da ação foi expedido pela 2ª Vara Judicial de Bataguassu. Na casa, os investigadores encontraram oito porções de maconha, embaladas e prontas para o comércio.

Durante as buscas, Suzana Aparecida, tia de Matheus, começou uma série de imputações ofensivas aos policiais civis, afirmando que os servidores não estavam se esforçando em sua atividade. De acordo com o registro policial, a mulher acusou os investigadores de praticar corrupção passiva e furto, fato, que segundo a polícia civil é infundado e difamatório.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante a Matheus da Silva, pelo crime de tráfico de drogas, e à Suzana Aparecida, acusada de calúnia majorada contra funcionário público. Suzana pagou fiança e foi colocada em liberdade ainda na segunda-feira (29), já Matheus permanece preso, à disposição da Justiça.

A polícia ressalta que Matheus da Silva Germano já havia sido preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas durante a edição 2016, do carnaval de rua da cidade de Bataguassu.