Buscar

Assentado desmata área nativa para cultivar mandioca e é multado pela PMA em R$ 9 mil

Flagrante da Polícia Militar Ambiental (PMA) aconteceu na manhã desse sábado (06) durante patrulhamento no Assentamento Teijin em Nova Andradina

Foi fixada em R$ 9 mil a multa que um assentado de Nova Andradina terá que pagar por desmatar ilegalmente uma área de 8,4 hectares de vegetação nativa. O flagrante da Polícia Militar Ambiental (PMA) aconteceu na manhã desse sábado (06) durante patrulhamento no Assentamento Teijin.

Segundo as informações a que o Nova News teve acesso, os policiais ambientais se depararam com a supressão vegetal realizada sem a devida autorização e posteriormente foi aferida e calculada a área desmatada com o uso do aparelho de GPS.

Cb image default
Policiais constataram a supressão ilegal uma área de 8,4 hectares de vegetação nativa - Foto: Divulgação/PMA

Segundo o proprietário do lote e morador do referido assentamento de 35 anos, a referida área seria convertida em lavoura para o cultivo de mandioca. Diante da infringência das normas ambientais, o assentado foi autuado administrativamente e recebeu a multa. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.