Buscar

Assentado é preso em MS por pesca predatória no período de piracema

Um assentado do município de Jardim, foi preso nesta sexta-feira (3), pela Polícia Militar Ambiental (PMA), por suspeita de pesca ilegal no período de reprodução dos peixes (piracema) e com a utilização de petrechos proibidos, como redes e tarrafas.

A prisão ocorreu após denúncia anônima a PMA. Na casa do suspeito, no assentamento, foram apreendidos 50 quilos de pescado de peixes das espécies pintado, dourado e curimbatá, além de três redes de pesca e uma tarrafa.

O assentamento, o pescado e os apetrechos apreendidos foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes da Laguna, onde foi autuado pelo delito e foi liberado após pagar uma fiança. Além de responder pelo crime ambiental, com pena de prevista de um a três anos de prisão, ele também foi multado administrativamente pela PMA em R$ 2 mil.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.