Buscar

Bombeiros fecham posto de atendimento ilegal na cidade de Anaurilândia 

Nesta terça-feira (12), o comando do Corpo de Bombeiros da cidade de Bataguassu deteve um homem de 39 anos acusado de exercer função de bombeiro civil no município de Anaurilândia, sem a regulamentação necessária exigida pelo Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul. Segundo informações obtidas pela reportagem do Nova News, o homem havia instalado um posto de atendimento emergencial a vítimas de acidente de trânsito em uma sala cedida pelo Hospital Sagrado Coração de Jesus, localizado na cidade de Anaurilândia.

Conforme explicação do comandante do Corpo de Bombeiros da cidade de Bataguassu, os militares souberam dos fatos através de uma publicação feita pela assessoria de imprensa, no site oficial da Prefeitura Municipal. A matéria divulgava o acontecimento de um curso de capacitação para o resgate de vítimas de acidentes de trânsito em via pública. A divulgação ainda citava que sete bombeiros civis que participaram da ação estariam atuando na cidade em escalas de trabalho de 12h por 36h e que os bombeiros não contavam com remuneração salarial.

A matéria do treinamento foi produzida pela assessoria de imprensa, e publicada no site oficial da Prefeitura (Imagem: Reprodução/Divulgação))

Conforme o site Da Hora Bataguassu, a matéria cita que além dos bombeiros civis, participaram da ação, servidores da Secretaria de Saúde e policiais militares. O comandante da Polícia Militar de Anaurilândia condenou a declaração e disse que a PM não participou de nenhum tipo de treinamento. 

 

O projeto denominado Corpo de Bombeiros Voluntários de Anaurilândia estava sendo incentivado por um vereador da cidade e recebia apoio das ambulâncias da Secretaria Municipal de Saúde para a realização dos atendimentos. A matéria veiculada no site da Prefeitura trazia uma mensagem do prefeito Vagner Guirado (PR), onde ele destacava a importância que o grupo teria para a cidade de Anaurilândia e que juntamente com a Câmara Municipal, estaria apoiando a iniciativa.

Diante dos fatos, os bombeiros foram até a sala de atendimento no hospital da cidade e detiveram o homem. No local, os agentes apreenderam diversos materiais usados para resgates como luvas, talas, extintores de incêndio, cones, mangueiras de incêndio e até uma moto serra. Tudo foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Anaurilândia. O suposto bombeiro civil foi autuado por exercício Ilegal de profissão ou da atividade. Os demais participantes do grupo não foram localizados. (Com informações do Site Da Hora Bataguassu).

Corpo de Bombeiros da cidade de Bataguassu apreendeu vários materiais que estavam na sala de atendimento do "projeto" (Imagem: Da Hora Bataguassu)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.