Buscar

Casa do ex-presidente Lula é alvo da nova fase da operação Lava Jato

Lula e presidente do Instituto Lula são alvos de condução coercitiva. Ex-presidente deve prestar depoimento na PF do Aeroporto de Congonhas

Imagem: Newton MenezesFutura Press

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta sexta-feira (04) a 24ª fase da Operação Lava Jato, chamada de  Aletheia. O objetivo é dar continuidade às investigações de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, entre outros praticados por diversas pessoas no contexto do esquema criminoso revelado e relacionado à Petrobras.

Em nota, a Polícia Federal informa que cerca de 200 policiais federais e 30 auditores da Receita Federal cumprem 44 ordens judiciais, sendo 33 mandados de busca e apreensão e 11 mandados de condução coercitiva, quando a pessoa é levada para a delegacia a fim de prestar depoimento e depois é liberada. 

As medidas estão sendo cumpridas nos estados de São Paulo, do Rio de Janeiro e da Bahia. A operação  também inclui buscas em Guarujá, Diadema, Santo André, Manduri e Atibaia. Segundo a PF, a casa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em São Bernardo do Campo, em São Paulo, e o Instituto Lula são alvos da operação. Às 8h04, o ex-presidente foi levado para depor à PF em um carro descaracterizado. Até este horário, não havia informações sobre onde seria realizado o depoimento.

A operação recebeu o nome de Aletheia  em referência a uma expressão grega que significa busca da verdade.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.