Publicado em 26/05/2014 às 08:09, Atualizado em 26/04/2017 às 09:30

Ciclista é agredido, esfaqueado e deixado nu por quadrilha de assaltantes

, Midiamax

Um rapaz de 22 anos, que teve o nome preservado, foi vítima de quadrilha de assaltantes e agressores na noite de sábado (24), por volta das 22h40, em uma estrada vicinal, próximo de chácara, na cidade de Rio Brilhante, município a 160 quilômetros de Campo Grande. Os criminosos ainda não foram identificados.

O rapaz contou que seguia de bicicleta pela região que tem iluminação precária e foi surpreendido por quatro homens e uma mulher. Eles pularam sobre a vítima e a derrubou.

Os ladrões estavam com pedaços de madeiras e facas. Eles mandaram que a vítima entregasse a bicicleta, de cor preta, aro branco e nova, além de do aparelho de celular. Além disso, mandaram que o ciclista tirasse toda a roupa.

Às pressas, eles arrancaram a roupa da vítima e a golpearam por diversas vezes, sendo nas duas mãos, no peito, na cabeça, no rosto, na perna e nas costas. Um dos criminosos chegou a dizer que o mataria, pois “não tem problema, sou menor mesmo, posso assumir a bronca”, desferindo facadas nas costas da vítima.

Ela foi deixada em meio ao barro, pois no local não há asfalto. A movimentação do bando chamou a atenção de um morador de uma das propriedades da região, que acionou a PM (Polícia Militar).

Ao chegar ao local, os militares socorreram a vítima e procuraram pela quadrilha, porém ela não foi localizada. O caso foi registrado como roubo majorado pelo concurso de pessoas. O caso é investigado pela Polícia Civil da cidade.

CARACTERÍSTICAS

O bando era chefiado por uma mulher que chegou a falar apelidos de alguns dos homens, sendo “Campo Grande”, “Campão” e “Neguinho”. Ela foi descrita como sendo magra, morena, cabelo bem liso, com aproximadamente 1,70 metros de altura e foi responsável por golpear as mãos da vítima.

Um dos homens era alto, moreno, de aproximadamente 1,80 metros de altura, usava piercing no nariz na sobrancelha ao lado esquerdo. Já o rapaz chamado pelo grupo de Campão, era branco, com cabelo crespo e tinha aproximadamente 1,65 metros de altura.

Já o quarto rapaz foi descrito como sendo magro, alto, com piercing no nariz e de aproximadamente 1,75 metros de altura. Além do suspeito, que comentou que era adolescente.