Buscar

Com dois casos sucessivos, roubos de celulares mobilizam Força Tática e um dos suspeitos é preso

Após dizer que é ‘disciplina’ do PCC, suspeito ameaçou que determinaria a execução dos policiais envolvidos em sua prisão

Dois casos sucessivos de roubos de celulares mobilizaram a Força Tática da Polícia Militar que conseguiu chegar a um dos suspeitos. Já bastante conhecido no meio policial, A.L.S.S., vulgo ‘Coringa’, de 27 anos, é apontado como o autor dos fatos que vitimaram duas jovens menores de idade.

Segundo as informações a que o Nova News teve acesso, a ação que levou à prisão do suspeito aconteceu logo nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (31) após os policiais tomarem conhecimentos dos fatos.

Em ambas os casos, dois indivíduos, de posse de uma motoneta Biz, de cor prata, com um ocupante de calça jeans e blusa verde, e outro ocupante de blusa azul, efetuaram o roubo de dois celulares ao estarem portando uma faca para intimidar as vítimas.

Na primeira ação por volta das 6h30, a menor, que não teve a idade divulgada, estava indo para um ponto de ônibus quando foi vitimada pelos autores que exigiram que entregasse o aparelho de telefone celular.

Cinco minutos depois, por volta das 6h35, outra menor, também sem a idade revelada, seguia para a escola, no Residencial Portal do Parque, quando foi abordada por dois indivíduos com as mesmas vestes da ação anterior e que ainda estavam também uma Biz prata. O celular da vítima foi levado pela dupla.

Cb image default
A.L.S.S., vulgo ‘Coringa’, de 27 anos, já é bastante conhecido em Nova Andradina no meio policial - Foto: Nova News

Diante das informações repassadas pela central 190, a equipe de serviço da Força Tática passou a realizar, em ato contínuo e ininterrupto, diligências no sentido de localizar os suspeitos. Ao passar em frente a uma república na Rua Walter Hubacher, área central da cidade, a guarnição se deparou com o suspeito que vestia as mesmas supostas vestes informadas pelas vítimas.

Ao visualizar a aproximação da viatura, ‘Coringa’, como é conhecido no mundo do crime, tentou empreender fuga. Adentrando ao local, os policiais flagraram pela janela do banheiro o suspeito se despindo das vestes que usava.

De imediato, os policiais ordenaram que o acusado abrisse a porta o que não foi atendido. Foi necessário, desta forma, o uso de força para entrar no local e detê-lo. Ele chegou ainda a vir em direção dos PMs com chutes e pontapés antes de ser imobilizado pela guarnição.

Em busca no local, a Força Tática encontraram no quarto do jovem as vestes que teriam sido usadas nos roubos, bem como também encontrou os dois aparelhos celulares e a faca usada em ambas as ações. Também foram localizadas 11 porções de cocaína prontas para serem comercializadas.

A caminho da delegacia já no guarda-preso, o autor passou ainda a ameaçar os policiais dizendo que era ‘disciplina’ do PCC (Primeiro Comando da Capital) e que determinaria que todos os militares que efetuaram sua prisão seriam executados pelos ‘irmãos’ da facção.

Como se não bastasse as ameaças, ‘Coringa’ chegou ao ponto de dizer que citaria perante ao juiz que foi torturado durante a prisão, pois essa é a determinação do crime. Conforme o boletim de ocorrência, ele apresentava apenas vermelhidão no pescoço e no punho por ter resistido à prisão. O caso ficou sob os cuidados da Polícia Civil que deu prosseguimento às medidas necessárias.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.