Buscar

Com quase 20 passagens, delegada sugere internação de adolescente de 15 anos detido em operação

Menor está os 9 detidos na Operação ‘Bom Dia’ deflagrada nessa terça-feira (23) pela Polícia Militar em Nova Andradina

Mesmo com pouca idade, um dos adolescentes de 15 anos, detido na Operação ‘Bom Dia’, deflagrada nessa terça-feira (23) pela Polícia Militar em Nova Andradina, está entre os envolvidos com maior ficha criminal. Chega a um total de quase 20 passagens em crimes dos mais diferentes tipos praticados em menos de três anos.

De acordo com as informações a que o Nova News teve acesso, a delegada responsável pelo caso, Daniela de Oliveira Nunes Leite, sugeriu a internação do menor devido às reiterações de crimes, principalmente contra o patrimônio como furtos em residência que, segundo ela, trata-se de uma de suas especialidades no mundo do crime. Além de furtos, o adolescente tem ainda passagens em delitos como roubo, tráfico, ameaça e porte de droga.

“Hoje, Nova Andradina sofre com a incidência de crimes contra o patrimônio que, em grande parte, são praticados por menores infratores, além ainda da receptação que alimenta a cadeia desse tipo de delito. Se o furto ocorre, é porque já tem para quem repassar”, explana a delegada.

Cb image default
Delegada responsável pelo caso sugeriu a internação do menor devido às reiterações de crimes - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Quanto aos adolescentes envolvidos, Daniela detalhou que existe uma grande preocupação da polícia em conter a ação dos infratores que não há rigor da lei na aplicação de sanções para barrar a incidência de crimes. “Pelo que se vê, eles se valem da lei que é falha e da dificuldade que a Justiça tem em conseguir vagas de internação, que são mínimas e mais restritas a apenas crimes gravíssimos. Quando são apreendidos, conseguirmos mantê-los apenas cinco dias detidos e em seguida precisam ser liberados devido à falta de vagas em UNEIs (Unidades Educacionais de Internação) e os delitos voltam a acontecer como antes ao serem vislumbrados pela atratividade do mundo do crime”, pontuou. “Medidas urgentes precisam tomadas para frear tal situação com ações que oportunizem a esses adolescentes uma nova condição de vida”, frisou a autoridade policial.

Entre os nove detidos, o adolescente, natural de Nova Andradina, foi enquadrado no delito de receptação ao ser flagrado com uma das quatro motos furtadas no pátio da delegacia no último domingo (21). Conforme noticiado pelo Nova News à época, ele ficou detido cinco dias na 1ª Delegacia de Polícia no último mês de dezembro, após a SIG (Seção de Investigações Gerais) elucidar o furto na residência de um médico no município em que três menores foram identificados. Na fuga, um disparo de arma de fogo foi efetuado para intimidar as vítimas.

Segundo a delegada, outros dois envolvidos no esquema, ambos maiores de idade, foram mantidos presos e aguardam a realização de audiência de custódia. M.H.S.A., 19 anos, conhecido como ‘Marcinho PCC’, também conta uma vasta ficha criminal, sendo que, de todos os crimes, apenas um foi cometido após completar a maioridade. Já C.A.O., de 24, o ‘Maxixe’, morador em Batayporã, tem condenação em outro estado e duas receptações já em Mato Grosso do Sul. Ambos responderão por receptação.

Os outros cinco, pelo apurado, já não se encontravam em situação de flagrante e após serem ouvidos e indiciados, foram liberados. Estes teriam confirmado a prática do furto das motos. Quanto ao nono detido, a polícia não encontrou indícios de sua participação dos crimes, sendo liberado após ser ouvido.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.