Publicado em 27/05/2014 às 12:23, Atualizado em 26/04/2017 às 09:31

DOF comemora 27 anos de existência em Mato Grosso do Sul

Recentemente, departamento recebeu moção de parabenização da Câmara de Nova Andradina

Acácio Gomes, Redação Nova News

Acontece na manhã desta quarta-feira (28), em Dourados, a solenidade comemorativa dos 27 anos de criação do Departamento de Operações de Fronteira (DOF). O evento contará com diversas autoridades. Como parte das comemorações de aniversário, o DOF irá conceder a “Medalha Águia da Fronteira” a 21 autoridades e personalidades que contribuíram de forma efetiva e prestaram relevantes serviços ao departamento. Comandado pelo coronel Osnei Nazareth Duarte e respeitado em todo o Brasil, o DOF é hoje responsável pelas maiores apreensões e operações realizadas no país, sendo inclusive juntamente com a DEFRON (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) considerado pela Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), o cartão de visitas do programa Enafron (Estratégia Nacional de Fronteiras) do Governo Federal.  

Departamento de Operações de Fronteira completa 27 anos de atuação em MS (Foto: Arquivo/Nova News)

Realizando o policiamento de recobrimento em 51 municípios localizados na fronteira de Mato Grosso do Sul, diuturnamente o DOF tira de circulação drogas, armas, munições e materiais contrabandeados de outros países, além disso, é responsável por grande parte dos veículos recuperados no Estado.

Este ano o DOF e a DEFRON já apreenderam no Estado mais de 6,5 toneladas de drogas, 11 veículos envolvidos com o tráfico ou irregulares, prenderam em flagrante por tráfico de drogas mais de 15 pessoas e apreenderam 4 adolescentes. No total, passa de 30 o número de pessoas presas. Também em 2014 já foram recuperados 5 veículos com ocorrências de roubos e furtos em Mato Grosso do Sul e outras unidades da federação.  Sobre o DOF 

Subordinado à Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) de Mato Grosso do Sul, o então GOF (Grupo de Operações de Fronteira) foi criado em 28 de maio de 1987, através da resolução 119/87, com o objetivo de realizar o policiamento de recobrimento na região da grande Dourados, combatendo crimes como o narcotráfico, tráfico de armas, furtos e roubos de veículos, de cargas e em propriedades rurais. Inicialmente a sede do GOF era em Campo Grande, mas por conta da distância da área de atuação do grupo, em 1989 foi transferida para o município de Dourados. Naquela ocasião a missão do GOF era realizar o policiamento ostensivo itinerante na fronteira do Brasil com o Paraguai. Com a reestruturação da Sejusp no ano de 1996, no dia 15 de janeiro, por força do Decreto Estadual n.º 8.431, a denominação GOF foi substituída por DOF (Departamento de Operações de Fronteira).  Em maio de 1999, por força de uma resolução, o DOF começou a atuar também na fronteira de Mato Grosso do Sul, com a Bolívia.  Integrada ao DOF, a DEFRON (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira) foi criada em 28 de dezembro de 2006, por meio do Decreto n.º 12.218. Nova Andradina

No último mês de fevereiro, a Câmara de Nova Andradina homenageou as equipes da DEFRON e do DOF com uma moção de parabenização pela coragem, dedicação e devido aos relevantes serviços prestados na área de segurança pública à sociedade nova andradinense e região. 

Saiba mais
  • DEFRON e DOF recebem moção de parabenização da Câmara de Nova Andradina
  • Cinco ladrões de veículos são mortos em confronto com o DOF

A iniciativa da propositura foi da mesa diretora, mas todos os vereadores assinaram o documento em reconhecimento ao trabalho dessas corporações, que atuam de forma integrada na investigação e repreensão de crimes. 

 

Em agosto de 2013, cinco pessoas acusadas de atuar no roubo de veículos foram mortos durante ação realizada pelo DOF na região de Nova Andradina. Os criminosos tentaram reagir à ação dos policiais, que invadiram o local onde as quadrilha se escondia.