Buscar

Dourados – Exame comprova estupro de adolescente de Nova Andradina

Crime teria ocorrido durante uma festa promovida por acadêmicos

Segundo reportagem do site Dourados News, foi confirmado o crime de estupro no caso da estudante de 17 anos que participava de uma festa promovida por acadêmicos, na segunda-feira (19), em Dourados. Exame pericial deu positivo o fato, conforme informações do delegado regional Lupérsio Degerone. A mãe da garota havia denunciado a possibilidade da ação.

A autoria do crime ainda não foi identificada. O caso ocorreu em uma festa promovida por acadêmicos na Avenida Indaiá. Antes, a jovem teria participado de trote universitário na região central da cidade pedindo dinheiro em semáforos. Após a festa, ela foi levada para unidade hospitalar em coma alcoólico.

Cb image default
Caso envolvendo adolescente é acompanhado pela Delegacia de Atendimento à Mulher de Dourados - Foto: Reprodução

Quando a mãe da jovem se deslocou até o hospital, a encontrou vestida com roupas masculinas e as vestimentas íntimas contavam com vestígios de sangue, mas a adolescente não soube informar o ocorrido. De acordo com o delegado, a adolescente não se recorda de nada sobre o crime.

A polícia informou que colegas da jovem serão ouvidos, bem como organizadores da festa e outras testemunhas possíveis. Câmeras de locais próximos ao evento também serão usadas para esclarecimentos. O delegado explicou que as investigações estão em andamento, a condução do caso ocorre pela DAM (Delegacia de Atendimento a Mulher) com a delegada Paula Ribeiro.

Conforme a autoridade policial, material masculino encontrado no corpo da garota foi coletado para exames. De acordo com as informações relatadas pela mãe na ocorrência, a jovem iniciava curso na UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e estaria nas ações com veteranos e outros calouros.

A faculdade divulgou em nota que está à disposição das autoridades para as investigações sobre o caso, mas afirmou que não tem como proibir ou fiscalizar eventos realizados por iniciativa dos próprios acadêmicos fora das suas instalações. (As informações são do site Dourados Agora).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.