Buscar

Em ofensiva contra o tráfico, PM prende cinco jovens durante operação em Nova Andradina

Batalhão lançou uma ofensiva contra o tráfico em continuidade à Operação “Nova Andradina sem drogas”

O 8º Batalhão de Nova Andradina, em ação conjunta com as equipes de rádio patrulha, Força Tática e Agência de Inteligência, lançou nessa quinta-feira (02) uma ofensiva contra o tráfico, em continuidade à Operação “Nova Andradina sem drogas”.

Segundo as informações a que o Nova News teve acesso, cinco jovens com idades entre 19 e 23 anos, após serem flagrados com porções de drogas, além de objetos que os suspeitos não comprovaram a origem, foram detidos.

As ações coordenadas foram realizadas em vários bairros da cidade, tendo como alvo residências e pessoas citadas em denúncias via central 190, site alertacidade.com.br e pelo disque denúncia via whatsapp. Após levantamento das informações e estudos realizados pela Agência de Inteligência do 8º BPM, as equipes de rádio patrulha e Força Tática iniciaram as abordagens, resultando na prisão de vários denunciados.

Cb image default
Cinco jovens com idades entre 19 e 23 anos foram presos pela Polícia Militar - Fotos: Divulgação/PM

As equipes encontraram com os suspeitos cerca de 134 gramas de maconha em um recipiente de vidro, 17 porções na forma de “bagas” ou cigarros, 12 “trouxinhas” crack e R$ 80,00 em notas de valores diversos.

Foram encontrados ainda nas residências dos denunciados 01 caixa de som Wattsom, 01 video game X box/360 com controles e jogos diversos de Xbox, vários aparelhos de telefonia celular e 01- relógio de marca invicta, que serão checados pela polícia civil para verificar se são produtos de furto, pois alguns dos presos também são suspeitos de cometerem vários furtos à residências.

Os jovens presos disseram aos policiais que estavam vendendo drogas a algum tempo, variando entre dois meses e um ano, sempre procurando mudar o “modus operandi” tentando despistar as equipes policiais.

De acordo com o comandante do 8º BPM, tenente coronel Josafá Pereira Dominoni, o trabalho continuará, com as abordagens, rondas e com a checagem de denúncias, que chegam diariamente na unidade, unindo forças de todas as equipes policiais para que a sociedade de bem possa ter cada vez mais segurança e que as pessoas inclinadas ao mundo do crime sejam desmotivadas a praticar os delitos, e se o fizerem, para que sejam presas e julgadas.

Denúncias podem ser realizadas via telefones 190, 181, 3449 1700 e ainda pela internet no canal de denúncias do 8º Batalhão, através do endereço www.alertacidade.com.br . (com informações da Assessoria de comunicação Social do 8º BPM)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.