Buscar

Máfia dos cigarros – Mais oito policiais militares são presos por suspeita de corrupção

Em uma primeira investida da operação, um policial residente em Nova Andradina foi detido

Imagem: Marco Miatelo

Cb image default

Oito policiais militares foram presos nesta quarta-feira (13), suspeitos de ligação com o esquema criminoso que facilitava contrabando de cigarros em troca de propinas em Mato Grosso do Sul. As prisões foram pedidas pelo Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), braço investigativo do Ministério Público Estadual (MPE), e cumpridas pela Corregedoria da Polícia Militar. Os oito policiais presos nesta quarta-feira se somam aos outros 21 detidos na Operação Oiketicus deflagrada em 16 de maio, todos suspeitos de receberem propinas para colaborar com os contrabandistas.

Nesta quarta-feira (13), três policiais foram presos em Campo Grande e outros cinco no interior do Estado. As identidades não foram divulgadas. Eles foram encaminhados para o Presídio Militar, na Capital. No dia 16 de maio, os mandados de prisão e busca e apreensão tiveram como alvo as residências e locais de trabalhos de todos os investigados, distribuídos nos municípios de Nova Andradina, Campo Grande, Dourados, Jardim, Bela Vista, Bonito, Naviraí, Maracaju, Três Lagoas, Brasilândia, Mundo Novo, Boqueirão, Japorã, Guia Lopes, Ponta Porã e Corumbá.

No dia 23 de maio, promotores do Gaeco tomaram depoimentos de policiais cujos nomes apareceram nas investigações. A maioria fez ligações telefônicas militares e outras pessoas investigadas na operação. Foram ouvidos 12 suspeitos. 

Conforme advogados, todos negaram ligação com os crimes, mas tiveram que justificar os motivos das ligações. A operação batizada de Oiketicus faz alusão às lagartas desta espécie que constroem uma estrutura com seda e fragmentos vegetais, com o formato semelhante a um cigarro alongado. O “cigarro” vai sendo ampliado com o crescimento do inseto. (As informações são do Diário Digital / Record TV MS).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.