Buscar

Morre mulher atingida por trem da CPTM após discussão

Confusão começou após estagiário duvidar que ela estava grávida,família não liberou informações sobre a confirmação da gravidez

Morreu na madrugada desta sexta-feira (28) Nivanilde da Silva Souza, que foi atingida por um trem da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM)  após a discussão com um funcionário. O  inicdente ocorreu na terça-feira (25) na estação da Luz.  Segundo o Hospital Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Nivanilde morreu por volta das 2h30.

Segundo relatos de testemunhas, Nivanilde pegou a fila preferencial para o embarque de idosos e gestantes. Um estagiário, adolescente, que cuida do embarque, teria questionado se ela estava mesmo grávida e pediu provas.

A assessoria da Santa Casa informou nesta sexta que a família não autorizou a divulgação da causa da morte ou se Nivanilde estava mesmo grávida.Ainda de acordo com testemunhas, o funcionário teria tentando passar uma rasteira na mulher. Funcionários da CPTM afirmam que ela teria dado um tapa no estagiário, informou o SPTV.

Em depoimento, o adolescente negou ter puxado a vitima ou aplicado uma rasteira. Ele foi autuado por lesão corporal grave e abuso de autoridade. Como foi um ato infracional, ele vai responder o inquérito em liberdade.

No dia do incidente, dois agentes da CPTM deram voz de prisão para a mulher. Enquanto ela era conduzida para a delegacia, Nivanilde jogou o corpo para trás na tentativa de se desvencilhar dos seguranças e foi atingida pela composição. Ela foi levada em estado crítico para a Santa Casa, no Centro de São Paulo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.