Buscar

Nova Andradina - Diretor é ameaçado por pai de aluno após o filho se machucar em quadra de escola

Mesmo sem nada de grave ocorrer com o filho, pai ainda quis agredir o diretor da escola

Cb image default

Fato aconteceu em uma escola na periferia de Nova Andradina - Foto: Luciene Carvalho/Nova News

Os ânimos ficaram exaltados em uma escola da rede municipal de Nova Andradina na manhã dessa sexta-feira (7). O pai de um aluno chegou ao ponto de ameaçar o diretor do estabelecimento de ensino após não aceitar o fato de o filho ter se machucado durante uma aula de Educação Física.

Segundo as informações a que o Nova News teve acesso junto a um boletim de ocorrência registrado na 1ª DP, o pivô do desentendimento envolveu alunos do 7º ano C que estavam na quadra da escola em atividades com bolas durante a aula, momento em que o aluno veio a cair o solo, ocasionando uma pequena lesão em seus lábios e quebrou um pequeno pedaço de um de seus dentes.

Mesmo sem nada de grave ocorrer, a coordenação da escola de imediato ligou para o responsável pelo adolescente para que o mesmo comparecesse até a escola a fim de levar o filho para casa. Ao chegar na escola, o pai do aluno se mostrou bastante nervoso e passou a destratar os servidores que ali estavam, inclusive a coordenadora, bem como a diretora adjunta.

Como se não bastasse o nervosismo, o pai teria se dirigido de forma grosseira, ríspida e mal educada querendo agredir o diretor que, por sua vez, se afastou para não iniciar uma briga. O responsável pelo aluno ainda indagava o diretor a respeito do por quê a escola deixava as crianças fazerem atividades na quadra e que o mesmo iria ligar para o secretário de Educação para noticiar o ocorrido.

O diretor relatou ao pai que ele poderia ligar para "quem achasse de direito”, justificando que a quadra é local de atividades da aula de educação física, além de ser coberta. Ao fim do ocorrido ameaça, o autor teria chegado ao ponto de apontar o dedo para a vítima com dizeres em tons de ameaças: "isso não vai ficar assim", "vou voltar para resolver este problema".

Diante dos fatos, o diretor por temer por sua integridade física, bem como dos servidores da referida escola, registrou a ocorrência na 1ª Delegacia de Polícia Civil para as providências pertinentes. A a Polícia Militar esteve no local, porém, o autor já havia deixado o local. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.