Buscar

Nova Andradina - Jovem é encontrado morto na região do Assentamento Teijin

Aparentemente ele teria cometido suicídio, mas caso será investigado pelas autoridades

Imagem: Acácio Gomes / Arquivo / Nova News

Cb image default

Na tarde deste domingo (06), um jovem de aproximadamente 20 anos, identificado como Juscelino da Silva Pontes, foi encontrado morto em um lote do Assentamento Teijin, na região de Nova Casa Verde, em Nova Andradina. Pela forma como o corpo estava, a hipótese mais cogitada é de que o rapaz tenha tirado a própria vida.

O Nova News apurou que, nos últimos dias, Juscelino havia sido acusado de praticar agressões contra seu pai e sua mãe. Neste sábado (05), forças policiais teriam sido acionadas para conter o jovem, que teria conseguido fugir.

Por questão de segurança, os pais dele teriam sido removidos para outra propriedade rural, sendo que, na tarde deste domingo (06), ao voltarem para casa, encontraram o corpo do filho. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e se dirigiu para o local.

A Polícia Civil e o Núcleo de Perícias também foram chamados para a realização dos levantamentos necessários. O caso deverá ser apurado pelas autoridades competentes.

Imagem: Redes Sociais

Cb image default

Valorização da vida

O suicídio representa uma parcela expressiva do número de óbitos registrados no Brasil e no mundo e, neste contexto, é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um problema de saúde pública. Para prevenir estas situações, existe o Centro de Valorização da Vida (CVV).

Fundado em São Paulo, em 1962, o CVV é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal, desde 1973. Presta serviço voluntário e gratuito de apoio emocional e prevenção do suicídio para todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo e anonimato.

Os contatos com o CVV são feitos pelos telefones 188 (24h e sem custo de ligação) ou 141 (nos estados da Bahia, Maranhão, Pará e Paraná), pessoalmente (nos 89 postos de atendimento) ou pelo site www.cvv.org.br, por do meio chat e-mail. Nestes canais, são realizados mais de 2 milhões de atendimentos anuais, por aproximadamente 2.400 voluntários, localizados em 19 estados mais o Distrito Federal. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.