Buscar

Nova Andradina - Mulher comparece na 1ª DP para registrar crime de calúnia contra Energisa

Caso foi registrado nesta quinta-feira (21)

Foto: Arquivo/Nova News

Cb image default

Na tarde desta quinta-feira (21), uma mulher de 51 anos compareceu na delegacia para registrar crime de calúnia, em Nova Andradina.

Segundo consta em boletim de ocorrência, a vítima constatou um curto-circuito no padrão de energia de seu estabelecimento e acionou a Energisa, que enviou uma equipe aproximadamente 15 horas depois. Quando os funcionários chegaram ao local, realizaram a troca de um disjuntor que estaria queimado. Depois de uma hora e meia, outra equipe esteve no local alegando um furto de energia. A vítima questionou o motivo da primeira equipe não ter constatado o “gato”. Os funcionários afirmaram que a primeira equipe havia sim percebido a irregularidade, mas que teria acionado a nova equipe para realizar o procedimento. Ainda nas palavras da vítima, o “gato” seria a posição de um fio que deveria estar alocado de forma diversa da verificada. Ela afirma ainda que a primeira equipe não deveria ter realizado o procedimento, já que constatou tal fato.

A mulher não aceitou assinar o termo de constatação da empresa e pede providências em relação à acusação sofrida sobre o furto de energia.

Diante dos fatos, o caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, para providências cabíveis ao fato.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.