Quarta, 11 de Dezembro de 2019
Buscar

Nova Andradina - SIG identifica e prende mulher que matou idoso

Autora confessou o crime

Cb image default
Fotos: Divulgação/Polícia Civil

A SIG (Seção de Investigações Gerais) identificou e prendeu a mulher que matou o idoso Raimundo Nonato da Silva, de 66 anos, no último sábado (29), em Nova Andradina.

A investigação que se iniciou no mesmo dia já apontou como suspeita uma usuária de entorpecente, contudo ainda não se sabia sua qualificação e o local em que a mesma se encontrava.

Assim, na terça-feira (03), a autora foi identificada como sendo G. A. A, conhecida como “Fia”, e localizada em sua própria residência, sendo em seguida conduzida para a Delegacia de Polícia, onde confessou o crime em seu interrogatório e deu todos os detalhes da empreitada criminosa. Em sua residência foram encontrados diversos maços de cigarro paraguaio, subtraídos da vítima na ocasião de sua morte.

A autora relatou que mantinha relacionamento amoroso com a vítima há vários anos e no dia do crime, foi até sua casa por volta das 06h ocasião em que se desentenderam e começaram a brigar dentro de um dos cômodos.

Durante a briga, o idoso teria pego uma faca de cozinha e partido para cima da autora. Ela informou que conseguiu retirar a faca das mãos da vítima e em seguida desferiu diversos golpes contra a região toráxica dela, causando sua morte.

Na sequência fugiu do local levando 15 pacotes de cigarro paraguaio, que foram vendidos para um comerciante da cidade, que foi identificado e entregou parte dos pacotes para a polícia.

A autora alegou que não tinha intenção de matar a vítima e que foi atacada primeiro por ela com uma faca. G.A.A ostentava em sua mão diversas lesões aparentando serem produzidas por um instrumento cortante.

Na sequência, representou-se por sua prisão preventiva, sendo deferida pelo Poder Judiciário ainda na terça-feira (03). O mandado foi cumprido e a autora será encaminhada para a Delegacia de Polícia de Batayporã, local em que ficará custodiada. 

Por fim, a Polícia Civil de Nova Andradina salienta que os crimes contra a vida, ocorridos no município, sempre terão atenção especial, visando identificar os autores no menor tempo possível para coibir ao máximo essas práticas, bem como alertar os criminosos que eles não ficarão impunes.

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.