Buscar

Padastro estupra enteada de 14 anos, vira marido e a trai com a própria mãe

Após ser ameaçada pelo ex-marido e atual padrasto, R. S. D., de 20 anos, denunciou à polícia V. R. de S., de 53 anos, com quem tem dois filhos, um de dois anos e um de quatro, este fruto de quando ele a estuprou quando ela tinha 14 anos.

Esta triste história e um tanto absurda aconteceu em Aquidauana (MS), a 143 Km da capital Campo Grande. Tudo começou quando a vítima tinha quatro anos e sua mãe casou-se com V. R. de S..

Aos 14 anos iniciaram os abusos contra a jovem, que engravidou. Desde então ela foi ameaçada pelo homem, que dizia que mataria sua mãe se contasse que era molestada.

A vítima então contou a um irmão mais novo o que estava acontecendo, que logo relatou tudo à mãe. Porém, ao invés de denunciar o marido a mãe obrigou a filha a conviver como nova esposa de V. R. de S..

O novo casal então foi viver em uma casa em frente à antiga residência e teve mais um filho durante o relacionamento de quatro anos. A jovem relata que neste período foi por diversas vezes agredida, ameaçada de morte e que o esposo a traía inclusive com a sua própria mãe.

Não aguentando mais a situação, ela o abandonou e ele voltou a ser esposo de sua mãe, além de ter ficado com a guarda dos dois filhos, "quase netos". 

Neste domingo (04), a jovem foi visitar os filhos como sempre faz, na casa de sua mãe e seu ex-esposo - agora novamente padrasto - e foi novamente ameaçada por ele e por isso resolveu denunciá-lo.

A Polícia Civil registrou o caso como ameaça e lesão corporal dolosa. O delegado responsável pelas investigações, Antenor Camargo Leme foi procurado, mas não está de plantão na delegacia e não foi divulgado seu celular para confirmar o decorrer dos fatos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.