Buscar

Paranhos - Mandante e motivo de atentado são descobertos

Pistoleiro que atirou em prefeito já está preso, mas não colabora com as investigações

Imagem: Divulgação

Cb image default

A Polícia Civil já tem o nome do suspeito de ter mandado matar o prefeito da cidade de Paranhos, mas por questões de segurança não divulgou a identidade. A motivação do crime também já foi descoberta, mas para que não atrapalhe as investigações nenhuma informação será divulgada. 

O Delegado Mikail Farias conta ao Diário Digital que a informação de que o mandante do crime possivelmente é um brasileiro que reside no Paraguai não é oficial. Ele diz que a polícia tomará cuidado ao falar sobre o caso e que informações não seguras estão sendo divulgadas. 

Quando indagado sobre a morte de Jomar Lemes, testemunha do atentado ao prefeito, o Delegado repete que informações sobre o caso continuarão sob sigilo da polícia, mas lembra de que o atirador já preso, Gabriel Queiroz, não está colaborando com o caso. O pistoleiro não revela informações que são essenciais para desvendar o atentado, ele apenas conta que recebeu R$ 20 mil para executar o crime.

O crime

O prefeito da cidade de Paranhos, Dirceu Bettoni, foi atingido por três tiros no dia 14 de junho, os disparos acertaram cabeça, boca e abdômen da vítima que chegava em casa quando foi surpreendido por um pistoleiro que disparou, pelo menos, seis vezes contra Dirceu. Devido à gravidade dos ferimentos Bettoni teve que ser encaminhado a um hospital em Dourados.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.