Buscar

PMA de Bataguassu apreende redes de pesca e liberta pescado vivo

Fato ocorreu nesta segunda-feira (29)

Foto: Divulgação/PMA

Cb image default

Em mais uma operação de fiscalização preventiva, a PMA de Bataguassu apreendeu nesta segunda-feira (29), 12 redes de pesca armadas no lago da Usina Sérgio Motta, no rio Paraná, medindo 900 metros. Durante a retirada dos petrechos ilegais foram soltos 11 kg de pescado vivo que estavam presos nas redes. As redes apreendidas eram de 80 milímetros, tamanho de malha proibido no local até mesmo para pescador profissional. Os infratores proprietários dos petrechos proibidos não foram identificados.

Fiscalizações preventivas dessa natureza são fundamentais para a prevenção à pesca predatória, tendo em vista o grande poder de captura e depredação dos cardumes, dos petrechos proibidos de pesca como os apreendidos pelos policiais. Além disso, há grande dificuldade em deter os autores, pois tais petrechos são armados em curto espaço de tempo e os pescadores não permanecem no rio durante a pesca, fazendo somente a retirada dos peixes, também em tempo bastante curto.

Neste ano, só a PMA de Bataguassu já apreendeu 6.900 metros de redes de pesca ilegais.   

Cb image default

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.