Buscar

PMA e Ibama apreendem 55 redes de pesca e libertam 30 kg de peixes de petrechos ilegais em Anaurilândia, Batayporã e Bataguassu

Fato ocorreu nesta quinta-feira (05)

Cb image default
Foto: Divulgação/PMA

Em fiscalização ambiental no lago da Usina Sérgio Motta nos municípios de Anaurilândia, Batayporã e Bataguassu, no rio Paraná, Policiais Militares Ambientais e fiscais do Ibama, em trabalho preventivo à pesca predatória na operação "Arpão" apreenderam nesta quinta-feira (05), 55 redes de pesca (petrecho proibido) armadas no lago, medindo 4.680 metros.

Os petrechos ilegais estavam armados a menos de 1.000 metros da barragem, que é local proibido para a pesca. Os infratores que armaram os petrechos não foram encontrados e nem identificados. Durante a retirada dos petrechos ilegais realizada pelos policiais e fiscais, foram soltos mais 30 kg de pescado que estavam vivos e presos às redes.

A manutenção da fiscalização e retirada desses petrechos precisam ser constantes, especialmente neste período de piracema, tendo em vista a grande capacidade de captura e ocasionamento de mortes dos peixes, devido ao grande poder de captura deste tipo de petrecho ilegal. A retirada desta quantidade de redes dos rios impede a degradação dos cardumes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.