Buscar

Polícia chinesa resgata 382 crianças e acaba com redes de tráfico de bebês

A polícia chinesa resgatou 382 crianças sequestradas e prendeu 1.094 suspeitos em uma operação nacional que desmantelou as quatro principais redes de tráfico de bebês com base na internet, informou o Ministério de Segurança Pública da China nesta sexta-feira (28).

A operação ocorreu após as polícias de Pequim e da província oriental de Jiangsu terem encontrado no ano passado quatro sites vendendo bebês sob a alegação de serem páginas para adoção de crianças, disse o ministério.

O rapto de crianças é um problema grave na China, apesar de estar sujeito a punições duras como a pena de morte para os traficantes. A atuação das redes de tráfico no país tem crescido nos últimos anos.

Leis rígidas que limitam muitas famílias a ter apenas uma criança, a tradicional preferência por meninos, a pobreza e os lucros turbinam o mercado ilegal de venda de bebês e crianças.

Para resolver o problema, a China está considerando penas ainda mais duras para os pais que vendem seus filhos e para os compradores.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.