Buscar

Polícia Civil alerta para golpes praticados com utilização de sites de compra e venda

Crimes dessa natureza estão sendo praticados com frequência em Mato Grosso do Sul

Foto: Divulgação/PCMS

Cb image default

Com as ocorrências de casos de estelionato envolvendo veículos, a Defurv (Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes de Furtos e Furtos de Veículos) faz um alerta para quem costuma negociar carros através de sites de compra e vendas, como o popular OLX.

Em 2018, foram registrados 46 casos de estelionato consumado e 40 tentativas, de 01 de janeiro até 31 de dezembro. Nos primeiros dias de 2019 foram registrados três casos de estelionato consumado e uma tentativa.

“Na maioria das vezes o autor entra em contato com o anunciante, negocia com ele, solicita fotos, cria um outro anúncio idêntico, mas com um valor bem abaixo do de mercado, e negocia com outro interessado. Após, intermedeia a compra e venda, fazendo com que o vendedor entregue seu veículo com recibo ao comprador e este deposite na conta do estelionatário”, explicou a delegada Aline Sinnott.

Neste sentido, a Defurv fala da importância de verificar se a pessoa interessada no veículo realmente existe e evitar intermediação de terceiros nas negociações. “Se possível exija o pagamento em dinheiro e em caso de transferências bancárias, antes de entregarem seus veículos documentados e com firma reconhecida, certifiquem-se de que realmente o dinheiro da negociação foi depositado em suas contas e que não estão sendo vítimas de um golpe”, alerta a delegada.

Veja as dicas para evitar os golpes:

– Nunca repasse seus dados (fotos, documentos) por telefone ou aplicativos de conversação, sem a certeza da idoneidade da pessoa que está negociando;

– Nunca entregue seu veículo ou assine qualquer documentação de transferência sem a certeza que o valor pago foi devidamente creditado em conta bancária;

– Evite aceitar depósitos bancários por meio de envelope. Nesse caso, apenas efetue qualquer ato de entrega, após a certificação do crédito dos valores na conta bancária;

– Não negocie com intermediários sem referências. Negocie diretamente com o proprietário, ou pessoa devidamente autorizada documentalmente;

– No caso de compra, nunca deposite valores na conta de estranhos, sem a certeza que é a pessoa autorizada para a transferência veicular;

– Sempre confirme o crédito das transações via TED, junto a sua instituição financeira antes da entrega do veículo;

– Certifique-se sempre acerca da existência do veículo. Não confie apenas em fotos repassadas via aplicativos. Em caso de impossibilidade de verificar pessoalmente, peça que alguém de sua confiança certifique a existência do bem, além de verificar de que está negociando diretamente com o proprietário do veículo;

– Não confie em “prints” de comprovantes de pagamentos encaminhados via aplicativos sem a devida conferência em sua conta bancária. (*Com informações da PC-MS)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.