Buscar

Polícia identifica jovem acusado de atear fogo em viatura da DAM de Nova Andradina

Rapaz de 19 anos teria confessado o crime e detalhado a ação

Cb image default
Jovem diz que pegou um galão com álcool que estava em sua casa para atear fogo na viatura - Imagem: Divulgação / PC

Após inúmeras diligências realizadas pela Policia Civil de Nova Andradina, a delegada Daniella de Oliveira Nunes Leite, juntamente com a atuação dos investigadores criminais da Delegacia de Atendimento à Mulher (DAM) e da Seção de Investigações Gerais (SIG), conseguiu identificar a pessoa acusada de atear fogo em uma viatura da DAM no dia 09 de junho deste ano.

A pessoa apontada como sendo autor do crime é um jovem de 19 anos, identificado como M.H.S.N., bastante conhecido no meio policial. Localizado e interrogado, ele confessou os fatos, bem como a motivação que o levou à prática do crime. O jovem simplesmente alegou ter acordado para tomar água e, ao ver um galão com 20 litros de álcool, que estava em sua casa, produto utilizado por sua avó para fabricar sabão, decidiu praticar o ato.

Ele afirma ter se recordado de ver seu nome veiculado em matéria jornalística relacionando-o a uma facção criminosa depois que ele e mais oito indivíduos, entre adultos e adolescentes, foram surpreendidos pela Polícia Militar furtando motocicletas do pátio da Polícia Civil, fato ocorrido no início do ano. Revoltado com isso, pegou sua bicicleta e o galão com álcool da avó, foi até a Delegacia de Atendimento à Mulher, jogou o produto na parte da frente da viatura e ateou fogo.

Cb image default
Corpo de Bombeiros conseguiu conter o incêndio que não se propagou para prédio da Delegacia da Mulher - Imagem: Nova News

O rapaz confessou, ainda, ter permanecido no local por mais um minuto para ver o fogo iniciar, depois se dirigiu a um bar, onde ficou ingerindo bebida alcoólica com amigos, oportunidade em que teria comentado o que havia acabado de fazer. Ele inclusive ficou observando, da esquina, o Corpo de Bombeiros e policiais apagando o fogo. Depois disso, foi embora para sua residência, dormir.

Diante da confissão do autor, testemunhas foram ouvidas confirmando a versão apresentada pelo jovem, que foi indiciado pelos crimes de dano qualificado ao patrimônio publico e incêndio. Segundo a delegada, o inquérito deverá ser concluído nos próximos dias e o a procuradoria do Estado deverá ser comunicada para processar o autor sobre a indenização do dano ao Estado de Mato Grosso do Sul.

Reforma

A delegada acrescenta ainda que está prevista uma reforma geral do prédio da Delegacia de Atendimento à Mulher com vistas a melhorar o atendimento à população, principalmente no tocante à acessibilidade de pessoas especiais, uma vez que, as instalações atuais são inadequadas. Além disso, haverá sensíveis melhorias no tocante à segurança orgânica da unidade policial.

Para tanto, serão utilizados recursos oriundos da Justiça do Trabalho de Dourados, decorrentes de multas trabalhistas destinadas para o fim específico de reforma da DAM, na ordem de R$ 110 mil já disponibilizados. Nas palavras de Daniella, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP) já elaborou projeto arquitetônico e a execução será uma parceria do Ministério Público do Trabalho, da 3º Promotoria de Justiça de Nova Andradina, do Conselho de Segurança Municipal e da SEJUSP. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.