Buscar

PRF, PMR e PMA realizam Operação Corpus Christi 2019 em Mato Grosso do Sul

Forças de segurança realizam ações de combate à criminalidade e para garantir a segurança da população

Imagens: Divulgação

Cb image default

Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar Rodoviária (PMR) e Polícia Militar Ambiental (PMA) realizam, em Mato Grosso do Sul, a Operação Corpus Christi 2019 com objetivo de combater a criminalidade e manter a segurança durante o feriado prolongado em virtude do dia santo, celebrado nesta quinta-feira (20).

PRF

Com relação à PRF, os trabalhos foram iniciados à 00h desta quarta-feira (19) e seguem até às 23h59 de domingo (23). Em Mato Grosso do Sul são 3.652 quilômetros de rodovias federais, nove delegacias e 22 unidades operacionais que intensificarão suas atividades durante esse feriado.

Nos cinco dias de operação, os policiais rodoviários federais potencializarão as atividades de fiscalização com viaturas, motocicletas, bafômetros, radares portáteis e serão priorizadas ações preventivas relacionadas ao excesso de velocidade, embriaguez ao volante, ultrapassagens indevidas e ao não uso de dispositivos de segurança.

Cb image default

No feriado de Corpus Christi 2018, entre os dias 31 de maio a 03 de junho, a PRF registrou, em Mato Grosso do Sul, 1.318 flagrantes de excesso de velocidade, 84 infrações de ultrapassagens indevidas, sendo dessas, 82 praticadas em faixa dupla contínua. O não uso do cinto de segurança foi responsável por 56 infrações, sendo 40 pelos passageiros que não utilizavam o dispositivo de segurança e nove por crianças não estarem na cadeirinha ou assento de elevação.

Nos quatro dias do feriado, foram notificados 15 acidentes, sendo um grave. Ao todo, 14 pessoas ficaram feridas e uma pessoa morreu. Foram realizados 1.241 testes de bafômetro, 15 pessoas autuadas e cinco pessoas presas por embriaguez ao volante.

O balanço final da Operação Corpus Christi 2019 será divulgado na segunda-feira, 24 de junho, após o término da Operação.

PMR

A PMR inicia a operação partir das 08h desta quinta-feira (20) e encerra às 08h de segunda-feira (24). Ao todo, são 96h em que a instituição pretende intensificar o policiamento ostensivo e a fiscalização de trânsito nas rodovias estaduais.

Cb image default

Serão empregadas 15 viaturas e 120 policiais militares distribuídos em bases fixas de policiamento nos municípios de Nova Andradina, Maracaju, Corumbá, Bonito, Paranaíba, Ivinhema, Três Lagoas, Amambai, Ponta Porã, Dourados e Campo Grande.

Durante o feriado prolongado, a previsão é de que o fluxo viário aumente em até 40%, em relação à média dos dias normais, nos horários de pico, nas principais rodovias estaduais. No decorrer dos trabalhos, serão utilizados radares móveis e bafômetros.

PMA

Outra força de segurança que intensifica seus trabalhos em decorrência do feriado é a PMA, que, a partir desta quarta-feira (19), coloca 310 homens a campo em operação preventiva e repressiva aos crimes e infrações ambientais no Estado. A ação segue até às 08h de segunda-feira (24).

Serão realizadas fiscalizações nos rios, barreiras nas estradas e visitas a propriedades rurais para prevenir e combater infrações e crimes que possam degradar os recursos naturais.

Cb image default

A PMA possui 26 subunidades que estarão cuidando de suas respectivas áreas, colocando, inclusive, o efetivo administrativo a campo. A sede, em Campo Grande, estará com equipes itinerantes agindo em todo território do Estado.

O uso de drones no monitoramento das áreas de rios onde estão os cardumes será intensificado, tendo em vista que essa tecnologia tem sido fundamental na prevenção e até na repressão à pesca predatória e a outros crimes no Estado.

No ano passado (2018), a Operação Corpus Christi foi tranquila. Foram seis pessoas autuadas, que receberam R$ 29.500,00 em multas.

Telefones úteis

Polícia Rodoviária Federal: 191

Polícia Militar Rodoviária: 198

Polícia Militar Ambiental (Vale do Ivinhema): (67) 3443-1095.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.