Buscar

Suspeito de matar pai e filha a tiros se apresenta à polícia uma semana depois do crime

Claudemir Celestino de Oliveira, de 36 anos, suspeito de matar a ex-mulher e o pai dela no dia 8 de agosto, se apresentou na Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher) nesta sexta-feira (15), de acordo com a Polícia Civil.

O principal suspeito do crime estava foragido e era procurado por equipes da polícia. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Marília de Brito Martins, o advogado de Claudemir procurou a polícia na última semana para dizer que seu cliente se apresentaria até este dia 15.

Assassinato

O suspeito chegou ao local onde cometeu o crime no começo da noite, pegou as duas filhas do casal, de 10 e 6 anos e as levou para a casa da mãe, no Bairro Estrela do Sul.

Ele voltou para a casa dos familiares da ex-mulher, pulou o portão e invadiu o local onde as vítimas estavam com outros parentes. Claudemir atingiu a ex-mulher com cinco tiros e também o pai dela, com três disparos. Ele utilizou duas armas para cometer o crime.

Conforme a Polícia Civil, o suspeito e a ex-mulher tiveram uma audiência no dia 6 de agosto. Familiares disseram aos policiais que ele ameaçava constantemente Ana Cláudia, dizendo que não perderia nada na separação. Até mesmo a mãe de Claudemir confirmou que o motivo do crime seria a divisão de bens do casal, após a separação.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.