Buscar

Trânsito - Mulher morre vítima de grave acidente ocorrido em Nova Andradina

Jovem foi identificada como Déborah Talma Silva Moraes, de 24 anos

Fotos e vídeo: Acácio Gomes / Nova News

Cb image default

Uma jovem de 24 anos, identificada como Déborah Talma Silva Moraes, morreu vítima de um grave acidente de trânsito ocorrido no prolongamento da Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, na saída para Nova Casa Verde, em Nova Andradina. O veículo ocupado pela advogada caiu em uma ribanceira existente à margem da via.

Conforme apurado pelo Nova News, a mulher trafegava pelo local quando, por motivos e serem apurados, perdeu o controle da direção do I / MMC Lancer, com placas de Nova Andradina. O automóvel invadiu a contramão, bateu na guia, capotou e caiu na ribanceira, ficando totalmente destruído. Devido à violência do acidente, o corpo de Déborah foi parar fora do carro.

PGlmcmFtZSBpZD0iX25ueXVnanFwbiIgc3JjPSJodHRwczovL3d3dy55b3V0dWJlLmNvbS9lbWJlZC9QRzFDM1JYRGhucz9yZWw9MCZhbXA7YW1wO3Nob3dpbmZvPTAiIGZyYW1lYm9yZGVyPSIwIiBhbGxvd2Z1bGxzY3JlZW49IiI+PC9pZnJhbWU+
Cb image default
Imagem: Redes Sociais

Populares acionaram o Corpo de Bombeiros que constataram a morte da jovem. Ela estaria sozinha no veículo. Equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e do Núcleo de Perícias estiveram no local realizando os levantamentos necessários. Após isso, o corpo da jovem foi recolhido por funcionários de uma empresa funerária.

O trânsito no prolongamento da Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade, em frente à Concórdia Home Center, não chegou a ser interditado. O veículo seria removido do local com auxílio de um guincho. 

Dezenas de populares se aglomeraram no local para acompanhar os trabalhos das autoridades. Um homem ouvido pelo Nova News disse ter sido um dos primeiros a chegar. 

O morador disse que ouviu um forte estrondo e correu para ver o que havia acontecido. Ele relatou que viu o corpo da jovem ao solo e tentou verificar se havia mais alguma vítima no carro ou nas proximidades.

Nas palavras deve, em seguida, os militares do Corpo de Bombeiros chegaram e assumiram a ocorrência. Destroços do carro conduzido por Déborah ficaram espalhados pelo local. 

Um detalhe que merece atenção são garrafas de bebida presentes na cena do acidente, porém um morador das proximidades afirma que as garrafas já estavam ali antes do ocorrido. 

"As pessoas jogam este tipo de material aqui na ribanceira. Ontem mesmo fiz caminhada por aqui e pude perceber que estas garrafas já estavam aí", disse uma testemunha ouvida pelo Nova News.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.