Buscar

Após 17 anos, Vicente Lichoti deixa PT para integrar PC do B

Filiação deverá ocorrer durante conferência a ser realizada em Nova Andradina

Após 17 anos de militância junto ao Partido dos Trabalhadores (PT), o ex-vereador e atual assessor especial da Prefeitura Municipal de Nova Andradina, Vicente Lichoti, deixa a sigla para se filiar ao Partido Comunista do Brasil (PC do B). Em conversa com o Nova News na manhã desta quinta-feira (05), Lichoti explicou que a filiação deve ocorrer durante conferência do partido em Nova Andradina, provavelmente no final de abril ou no começo de maio deste ano.

“Também será durante este conferência que o PC do B procederá a eleição do seu diretório municipal. Na ocasião, estaremos filiando várias lideranças locais dos mais diversos segmentos, fortalecendo a sigla em Nova Andradina”, explicou Vicente, ao afirmar que a abertura do PC do B ao diálogo e o fato de, em suas palavras, o partido não estar envolvido em escândalos de corrupção fizeram com que ele optasse pela filiação.

Cb image default
Vicente Lichoti ao lado do presidente estadual do PC do B, Mário Fonseca, comemorando seu ingresso do partido - Imagem: Divulgação

Segundo Vicente Lichoti, o PC do B existe em Nova Andradina desde 2008, mas até então, não havia conseguido uma adesão expressiva de filiados, bem como nunca foi eleito um diretório municipal, mas apenas uma comissão provisória, que acabou desfeita pela saída de alguns membros. “Agora vamos nos organizar de forma eficaz. O PC do B é o mais antigo partido brasileiro, com cerca de 90 anos de tradição e Nova Andradina precisa fazer parte desta história”, afirma.

Nosso objetivo não é tirar gente do PT ou de qualquer outro partido, mas sim dar oportunidade para lideranças que ainda não haviam encontrado espaço dentro da política

Vicente Lichoti

Sobre sua saída do PT, ocorrida em 2016, quando se afastou para colaborar com a campanha do atual prefeito Gilberto Garcia (PR), havia uma esperança entre militantes do Partido dos Trabalhadores de que Vicente voltasse a fazer parte da sigla, porém, segundo Lichoti, os episódios de corrupção e o momento turbulento vivenciado pelo partido colaboraram para que ele não tivesse mais interesse em vestir a camisa petista.

Questionado se sua filiação ao PC do B sinaliza o possível interesse em disputar alguma futura eleição, Vicente afirma que a princípio não. Ele comentou que sua intenção primordial é colaborar com o partido e convidar outras personalidades a também engrossar as fileiras da sigla. “A ideologia do PC do B é fantástica e meu objetivo é mostrar para a sociedade que é possível fazer parte da política de forma ética visando o bem da comunidade”, finalizou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.