Buscar

Grupo de ex-nomeados de Bernal hostiliza imprensa no centro de Campo Grande

Com direito a tentativa de agressão a jornalistas, um grupo de ex-nomeados e apoiadores do ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal, cassado na última quarta-feira (12) por 9 crimes administrativos, se reúne no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua 13 de Maio, centro da cidade, nesta manhã de sábado (15).

São vistos no local, onde pouco menos de cem pessoas se aglomeram, ex-secretários municipais, ex-nomeados em cargos políticos da administração que terminou com a cassação e pessoas que se dizem ligados a um movimento pela moradia.

Assim que foi vista no local, para onde foi deslocada para registrar o fato, a equipe de reportagem do Midiamax passou a ser hostilizada pelos defensores de Bernal. Alguns tentaram arrancar, à força, o caderno de anotações da repórter Juliene Katayama.

Abílio Cesar da Silva Borges, um dos manifestantes, que tinha sido nomeado por Bernal na prefeitura em janeiro com salário de R$ 2.980,40 e até 100% de gratificação no cargo de coordenador da Coordenadoria para Assuntos Comunitários e Sociais da Secretaria, era um dos mais exaltados.

Ele chegou a partir em direção do veículo do jornal, mas recuou com a aproximação dos repórteres fotográficos que acompanhavam a cobertura.

Apesar de não darem nomes, os manifestantes ressaltam que auto-organizaram, mas ainda não sabem os próximos passos. Apenas uma barraca está montada no local. A Polícia Militar já foi chamada e a Guarda Municipal também acompanha a ação.

Atrasados

Mais cedo, a reportagem esteve na Praça Ary Coelho, por volta das 9 horas, horário previsto para o início do protesto. No entanto, não havia movimentação de manifestantes no local, mas circulava a informação, entre pessoas que estavam naquele espaço, de que haveria uma concentração na Praça do Rádio Clube, a algumas quadras dali.

No entanto, não havia qualquer sinal de protesto também na Praça do Rádio. Apenas algumas pessoas, pró e contra Bernal, que conversaram com a reportagem e disseram ter ouvido a mesma informação em noticiários, estavam aguardando o início da manifestação.

Alcides Bernal foi cassado na quarta-feira (12) pelos vereadores da Capital, que investigaram irregularidades em sua administração. Em seu lugar assumiu o vice, Gilmar Olarte.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.